NOTÍCIAS

6 artistas que precisaram acrescentar créditos em músicas já lançadas

Mudanças podem acontecer para se livrar de processos de direitos autorais

por Redação em 22/03/2017

Nesta terça-feira (21/03), foi divulgado que Ed Sheeran adicionou os compositores de “No Scrubs”, do grupo TLC, aos créditos de seu hit “Shape Of You”.

Desde o lançamento da música do ruivo, a parte antes do refrão (“Boy, let’s not talk too much/Grab on my waist and put that body on me”) tem sido criticada por lembrar muito o ritmo do hit de 1999 (“No, I don’t want no scrubs/A scrub is a guy that can’t get no love from me”). Sheeran validou a similaridade adicionando os co-escritores Kandi Burruss e Tameka “Tiny” Colette, do girl group Xscape, aos créditos, junto com Kevin “She’kspere” Briggs.

Veja outros casos parecidos que aconteceram nos últimos anos:

The Chainsmokers adicionam dois membros da banda The Fray aos créditos de “Closer”: 

No ano passado, o duo eletrônico The Chainsmokers precisou adicionar dois membros da banda de rock The Fray aos créditos do single “Closer” depois de comparações entre o hit produzido pelos DJs e a faixa “Over My Head (Cable Car)”, lançada pela banda em 2005. O vocalista do The Fray, Isaac Slade e o guitarrista, Joe King, agoram estão creditados junto a Andrew Taggart, Shaun Frank, Frederic Kennett e Halsey, que canta a faixa.

Miguel adiciona o líder do Smashing Pumpkins, Billy Corgan, aos créditos de “leaves”:

Assim como todos os outros da lista, Miguel não pretendia imitar o megahit “1979” dos Smashing Pumpkins na faixa “leaves”, mas percebeu depois que tinha feito isso inconscientemente. Então, ele entrou em contato com o líder da banda, Billy Corgan, e fez a coisa certa, adicionando ele aos créditos da música. Em 2015, Miguel disse à Associated Press: “Depois de terminarmos a faixa, foi como ‘Sabe de uma coisa, isso lembra aquela música’, então fizemos de tudo para que eles a ouvissem e que ficasse tudo certo”.

Mark Ronson e Bruno Mars adicionam os membros da The Gap Band aos créditos de “Uptown Funk”:

“Uptown Funk” de Mark Ronson só teve quatro compositores no momento em que foi escrita, mas logo esse número subiu para seis e depois, para 11. Antes mesmo do hit em parceria com Bruno Mars ser lançado, Nicholas Williams (conhecido como Trinidad James) e o produtor Devon Gallaspy foram contatados para fazer parte da faixa pelo uso de um sampler de “All Good Everything”, música de James. Depois, enquanto o single passava 14 semanas no topo do Hot 100, a distribuidora Minder Music enviou uma reclamação ao gerente de conteúdo do YouTube em nome da The Gap Band e a música “Oops Upside Your Head”. Ronson e companhia acabaram adicionando os membros Charlie Wilson, Robert Wilson, Ronnie Wilson, o tecladista Rudolph Taylor e o produtor Lonnie Simmons como coautores.

Ronson insiste que não se inspirou em nada da The Gap Band, nem intencionalmente nem inconscientemente. “Era muito arriscado. Fizemos a música em um momento tão divertido e é isso que ela trouxe para as pessoas. Entrar em um processo confuso que poderia prejudicar o sentimento bom da música seria complicado. Fizemos o que achamos correto”, afirmou o produtor.

Sam Smith adiciona Tom Petty e Jeff Lynne aos créditos de “Stay With Me”:

O single que rendeu um Grammy a Sam Smith, “Stay With Me”, acabou tendo dois nomes adicionados aos créditos depois que a equipe de Tom Petty ouviu a música. A faixa tem similaridades com a icônica “I Won’t Back Down” e, depois de algumas conversas com os representantes de Smith, Petty e seu colaborador Jeff Lynne foram creditados. Em um comunicado enviado à Billboard, Petty chama a situação de “um acidente musical” e elogiou Smith por resolver a questão rapidamente.

Gotye adiciona o violonista brasileiro Luiz Bonfá aos créditos de “Somebody That I Used To Know”:

Depois de explodir com o hit “Somebody That I Used To Know” (e depois sumir do mapa), o belga-australiano Gotye precisou pagar indenização por uso indevido de sample da faixa “Seville”, do violonista brasileiro Luiz Bonfá. A família do músico recebeu US$ 1 milhão e, um ano após o lançamento da faixa, o nome do artista foi adicionado aos créditos do hit.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

6 artistas que precisaram acrescentar créditos em músicas já lançadas

Mudanças podem acontecer para se livrar de processos de direitos autorais

por Redação em 22/03/2017

Nesta terça-feira (21/03), foi divulgado que Ed Sheeran adicionou os compositores de “No Scrubs”, do grupo TLC, aos créditos de seu hit “Shape Of You”.

Desde o lançamento da música do ruivo, a parte antes do refrão (“Boy, let’s not talk too much/Grab on my waist and put that body on me”) tem sido criticada por lembrar muito o ritmo do hit de 1999 (“No, I don’t want no scrubs/A scrub is a guy that can’t get no love from me”). Sheeran validou a similaridade adicionando os co-escritores Kandi Burruss e Tameka “Tiny” Colette, do girl group Xscape, aos créditos, junto com Kevin “She’kspere” Briggs.

Veja outros casos parecidos que aconteceram nos últimos anos:

The Chainsmokers adicionam dois membros da banda The Fray aos créditos de “Closer”: 

No ano passado, o duo eletrônico The Chainsmokers precisou adicionar dois membros da banda de rock The Fray aos créditos do single “Closer” depois de comparações entre o hit produzido pelos DJs e a faixa “Over My Head (Cable Car)”, lançada pela banda em 2005. O vocalista do The Fray, Isaac Slade e o guitarrista, Joe King, agoram estão creditados junto a Andrew Taggart, Shaun Frank, Frederic Kennett e Halsey, que canta a faixa.

Miguel adiciona o líder do Smashing Pumpkins, Billy Corgan, aos créditos de “leaves”:

Assim como todos os outros da lista, Miguel não pretendia imitar o megahit “1979” dos Smashing Pumpkins na faixa “leaves”, mas percebeu depois que tinha feito isso inconscientemente. Então, ele entrou em contato com o líder da banda, Billy Corgan, e fez a coisa certa, adicionando ele aos créditos da música. Em 2015, Miguel disse à Associated Press: “Depois de terminarmos a faixa, foi como ‘Sabe de uma coisa, isso lembra aquela música’, então fizemos de tudo para que eles a ouvissem e que ficasse tudo certo”.

Mark Ronson e Bruno Mars adicionam os membros da The Gap Band aos créditos de “Uptown Funk”:

“Uptown Funk” de Mark Ronson só teve quatro compositores no momento em que foi escrita, mas logo esse número subiu para seis e depois, para 11. Antes mesmo do hit em parceria com Bruno Mars ser lançado, Nicholas Williams (conhecido como Trinidad James) e o produtor Devon Gallaspy foram contatados para fazer parte da faixa pelo uso de um sampler de “All Good Everything”, música de James. Depois, enquanto o single passava 14 semanas no topo do Hot 100, a distribuidora Minder Music enviou uma reclamação ao gerente de conteúdo do YouTube em nome da The Gap Band e a música “Oops Upside Your Head”. Ronson e companhia acabaram adicionando os membros Charlie Wilson, Robert Wilson, Ronnie Wilson, o tecladista Rudolph Taylor e o produtor Lonnie Simmons como coautores.

Ronson insiste que não se inspirou em nada da The Gap Band, nem intencionalmente nem inconscientemente. “Era muito arriscado. Fizemos a música em um momento tão divertido e é isso que ela trouxe para as pessoas. Entrar em um processo confuso que poderia prejudicar o sentimento bom da música seria complicado. Fizemos o que achamos correto”, afirmou o produtor.

Sam Smith adiciona Tom Petty e Jeff Lynne aos créditos de “Stay With Me”:

O single que rendeu um Grammy a Sam Smith, “Stay With Me”, acabou tendo dois nomes adicionados aos créditos depois que a equipe de Tom Petty ouviu a música. A faixa tem similaridades com a icônica “I Won’t Back Down” e, depois de algumas conversas com os representantes de Smith, Petty e seu colaborador Jeff Lynne foram creditados. Em um comunicado enviado à Billboard, Petty chama a situação de “um acidente musical” e elogiou Smith por resolver a questão rapidamente.

Gotye adiciona o violonista brasileiro Luiz Bonfá aos créditos de “Somebody That I Used To Know”:

Depois de explodir com o hit “Somebody That I Used To Know” (e depois sumir do mapa), o belga-australiano Gotye precisou pagar indenização por uso indevido de sample da faixa “Seville”, do violonista brasileiro Luiz Bonfá. A família do músico recebeu US$ 1 milhão e, um ano após o lançamento da faixa, o nome do artista foi adicionado aos créditos do hit.