NOTÍCIAS

A espera terminou: Planet Hemp está no streaming!

Os três discos de estúdio do grupo entraram nas plataformas nessa quarta-feira (22/03)

por Marcos Lauro em 22/03/2017

“Adivinha, doutor, quem tá de volta na praça?”

Bom, na verdade não estão de volta porque nunca estiveram. Mas a novidade é que os três discos clássicos, de estúdio, do Planet Hemp caíram no streaming na madrugada dessa quarta-feira (22/03). Agora, o grupo não está mais na nossa lista dos artistas impossíveis de se ouvir online.

D2: “O SAMBA SEMPRE ME ACOLHEU MUITO BEM”

Até então, o streaming trazia apenas o álbum MTV ao Vivo do grupo, de 2001. Atualmente, o grupo excursiona pelo Brasil com dois de seus vocalistas: Marcelo D2 e BNegão. Black Alien segue em carreira solo.

BLACK ALIEN LANÇA NOVO ÁLBUM DEPOIS DE 11 ANOS

Montamos uma playlist com o essencial do Planet Hemp para você conhecer ou relembrar os clássicos da banda, separados por disco:

Usuário – 1995
O disco de estreia do Planet Hemp foi um choque. A maconha é tema de centenas de músicas, mas, no Brasil, nunca uma banda havia sido tão explicita. Do nome do álbum à músicas como “Não Compre, Plante”, “Legalize Já” e “Fazendo A Cabeça”, o THC está ativo na mente. Aqui, Black Alien ainda não é integrante fixo do grupo.
Destaques para a playlist: "Não Compre, Plante!", "Legalize Já", "Fazendo A Cabeça", "Mantenha o Respeito" e "Dig Dig Dig (Hempa)".

Os Cães Ladram mas a Caravana Não Pára – 1997
Com o nome já consolidado, o Planet investe mais no hip-hop em seu segundo álbum. Uma das explicações é a produção do Mario Caldato Jr., famoso por ter trabalhado com os nova-iorquinos dos Beastie Boys – o Planet, em muitos momentos, emula o som do Beastie. A maconha dá lugar à violência no Rio de Janeiro como tema central em diversas músicas – o encarte, algo que infelizmente se perde no streaming, simula um jornal e traz imagens fortes de vítimas da violência. BNegão se afasta da banda como membro fixo e faz apenas algumas participações; Black Alien assume o posto.
Destaques para a playlist: "Zerovinteum", "Queimando Tudo", "Bossa", "Mão Na Cabeça", "Adoled (The Ocean)" e "Nega do Cabelo Duro".

A Invasão do Sagaz Homem Fumaça – 2000
Disco com o trio completo. D2, BNegão e Black Alien fazem o álbum menos comercial do grupo – e mais bem produzido. Tem pérolas como “Contexto”, talvez a melhor música do Planet, com os três MCs muito afiados.
Destaques para a playlist: "Ex-quadrilha da Fumaça", "Test Drive de Freio de Camburão", "Contexto", "Raprockandrollpsicodeliahardcoreragga", "Quem Tem Seda?" e "É Isso Que Eu Tenho no Sangue".

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

A espera terminou: Planet Hemp está no streaming!

Os três discos de estúdio do grupo entraram nas plataformas nessa quarta-feira (22/03)

por Marcos Lauro em 22/03/2017

“Adivinha, doutor, quem tá de volta na praça?”

Bom, na verdade não estão de volta porque nunca estiveram. Mas a novidade é que os três discos clássicos, de estúdio, do Planet Hemp caíram no streaming na madrugada dessa quarta-feira (22/03). Agora, o grupo não está mais na nossa lista dos artistas impossíveis de se ouvir online.

D2: “O SAMBA SEMPRE ME ACOLHEU MUITO BEM”

Até então, o streaming trazia apenas o álbum MTV ao Vivo do grupo, de 2001. Atualmente, o grupo excursiona pelo Brasil com dois de seus vocalistas: Marcelo D2 e BNegão. Black Alien segue em carreira solo.

BLACK ALIEN LANÇA NOVO ÁLBUM DEPOIS DE 11 ANOS

Montamos uma playlist com o essencial do Planet Hemp para você conhecer ou relembrar os clássicos da banda, separados por disco:

Usuário – 1995
O disco de estreia do Planet Hemp foi um choque. A maconha é tema de centenas de músicas, mas, no Brasil, nunca uma banda havia sido tão explicita. Do nome do álbum à músicas como “Não Compre, Plante”, “Legalize Já” e “Fazendo A Cabeça”, o THC está ativo na mente. Aqui, Black Alien ainda não é integrante fixo do grupo.
Destaques para a playlist: "Não Compre, Plante!", "Legalize Já", "Fazendo A Cabeça", "Mantenha o Respeito" e "Dig Dig Dig (Hempa)".

Os Cães Ladram mas a Caravana Não Pára – 1997
Com o nome já consolidado, o Planet investe mais no hip-hop em seu segundo álbum. Uma das explicações é a produção do Mario Caldato Jr., famoso por ter trabalhado com os nova-iorquinos dos Beastie Boys – o Planet, em muitos momentos, emula o som do Beastie. A maconha dá lugar à violência no Rio de Janeiro como tema central em diversas músicas – o encarte, algo que infelizmente se perde no streaming, simula um jornal e traz imagens fortes de vítimas da violência. BNegão se afasta da banda como membro fixo e faz apenas algumas participações; Black Alien assume o posto.
Destaques para a playlist: "Zerovinteum", "Queimando Tudo", "Bossa", "Mão Na Cabeça", "Adoled (The Ocean)" e "Nega do Cabelo Duro".

A Invasão do Sagaz Homem Fumaça – 2000
Disco com o trio completo. D2, BNegão e Black Alien fazem o álbum menos comercial do grupo – e mais bem produzido. Tem pérolas como “Contexto”, talvez a melhor música do Planet, com os três MCs muito afiados.
Destaques para a playlist: "Ex-quadrilha da Fumaça", "Test Drive de Freio de Camburão", "Contexto", "Raprockandrollpsicodeliahardcoreragga", "Quem Tem Seda?" e "É Isso Que Eu Tenho no Sangue".