NOTÍCIAS

Após cancelamento, uma das produtoras do Metal Open Air divulga nota

por em 23/04/2012
Imagem: Divulgação / Blind Guardian

Após o cancelamento do festival Metal Open Air ter sido confirmado na tarde de ontem, dia 22, em seu último dia de apresentações, a produtora Negri Concerts divulgou uma nota para se posicionar sobre o imbróglio que se tornou o festival, realizado em São Luís, no Maranhão.

No comunicado, a Negri Concerts afirma que “uma série de problemas técnicos, estruturais e de logística impossibilitou a continuação e culminaram no cancelamento do evento”, apontando sua então parceira de organização, Lamparina Filmes e Produções, como responsável pelo não pagamento dos fornecedores de som, luz, palco e backstage, fator que culminou no desmonte da estrutura do festival e, posteriormente, em seu cancelamento oficial.

Confira abaixo a nota divulgada pela Negri Concerts:


NOTA OFICIAL – DIREITO DE RESPOSTA

A Negri Concerts vem através desta comunicar o cancelamento do festival METAL OPEN AIR no seu último dia de apresentações, neste domingo (22). Uma série de problemas técnicos, estruturais e de logística impossibilitou a continuação e culminaram no cancelamento do evento.

Durante a madrugada e manhã de sábado (21), nossa empresa descobriu que os fornecedores de som, luz, palco e backstage não foram pagos pela Lamparina Filmes e Produções, empresa responsável pela contratação e pagamento das mesmas. Sentindo-se lesados, os fornecedores do evento passaram a desmontar todo o equipamento, impossibilitando que o segundo dia de atrações acontecesse para o público. Com medo de represálias e um princípio de tumulto formado pelo público da área de camping, que percebeu a movimentação na desmontagem, a polícia foi chamada para acompanhar a retirada dos equipamentos e garantir a integridade física dos fornecedores, assim como da equipe de apoio técnico de palco da Negri Concerts, que se encontrava no local tentando resolver o problema gerado por seu então parceiro.

Mesmo com todos os contratempos, a Negri Concerts em conjunto com parte da equipe da Lamparina Produções, que estava comprometida com a entrega do evento neste dia, passou a renegociar a permanência dos fornecedores no local. No entanto, nenhum dos funcionários das equipes sentiu-se seguro para dar continuidade ao festival. Preocupado com o público, o proprietário da Negri assumiu a liderança técnica do evento e a partir daí houve uma força-tarefa do departamento artístico da empresa para convencer as bandas que estavam programadas para tocar permanecessem no cast e não cancelasse suas participações, o que infelizmente não foi possível. As bandas Blind Guardian, Grave Digger e U.D.O. optaram por não participar após vistoria técnica e de segurança do Parque Independência por parte de suas equipes ainda durante as primeiras apresentações nacionais, que começaram com cerca de sete horas de atraso.

De acordo com essas bandas, não havia segurança nem para o público, nem para si próprios, além de ter a estrutura técnica comprometida, já que não houve tempo hábil para remontar equipamentos básicos necessários para dar continuidade às apresentações internacionais. A banda Legion of the Damned acabou sendo a única atração internacional da noite, e juntou-se às outras três bandas nacionais que, em consideração ao público e à nossa empresa, fizeram o que estiveram ao seu alcance, entregando performances carismáticas e intensas como a do Korzus, que tocou por mais de duas horas para os cerca de dez mil fãs presentes de todas as partes do país e da América do Sul.

Mais cedo, o Anthrax se recusou a participar do festival pelo não cumprimento de rider técnico por parte da Lamparina Filmes e Produções, exigindo sua saída imediata da cidade de São Luís. No aeroporto, a banda sofreu tentativa de agressão por parte de fãs revoltados e o intérprete acabou ferido na tentativa de proteger os integrantes do grupo.

Com o fim precoce do segundo dia de apresentações, as empresas envolvidas se reuniram em uma tentativa de acordo para a viabilização do último dia de evento. Mais uma vez, infelizes com a falta de pagamento por parte da Lamparina Filmes e Produções, os fornecedores decidiram por retirar todo o seu equipamento do Parque Independência em definitivo, impossibilitando que toda a grade de programação de hoje acontecesse. A Negri Concerts informa que TODAS AS BANDAS INTERNACIONAIS foram avisadas dos acontecimentos do dia anterior, e apesar de assustadas, assumiram o compromisso de seguir com as apresentações de hoje.

É importante ressaltar a todo o público que a participação da Negri Concerts nessa parceria restringiu-se à intermediação de negociações com seu então parceiro local das atrações internacionais, com exceção do Rock n Roll All Stars, que foi negociado diretamente pela Lamparina Filmes e Produções. A entrega da Negri Concerts consistia nessa intermediação e no apoio técnico de palco e artístico / receptivo dessas bandas na cidade de São Luís. A própria Lamparina assumiu em público – em anúncio feito em um dos palcos no sábado – que por falta de dinheiro houve os cancelamentos de bandas e os problemas estruturais já citados acima, adicionando-se a isso sérios problemas como falta de saneamento básico para o camping, roubos e furtos dentro da área do festival pela falta de segurança, entre vários outros.

Na manhã de hoje, a Lamparina Filmes e Produções impediu que as atrações internacionais deixassem o hotel para pegarem seus vôos proibindo que o serviço de vans que a mesma contratou permanecesse disponível. Mais uma vez, a Negri Concerts assumiu o controle de logística e está garantindo a saída em segurança dessas bandas da cidade de São Luis.

A Negri Concerts não se eximirá de suas responsabilidades, e vem através desta nota reafirmar seu compromisso com os fãs de heavy metal do país na entrega de espetáculos com preços de ingressos acessíveis e com atrações de nível, algumas delas inéditas no Brasil. Informamos também a todos que as apresentações das bandas Blind Guardian, Grave Digger e Shaman no Credicard Hall (São Paulo) e em Curitiba no Master Hall, além de OTEP e Annihilator no Carioca Club estão confirmadas e não foram afetadas pela série desastrosa de acontecimentos durante o Metal Open Air.

Por fim, a Negri Concerts lamenta pela cidade de São Luis, que não merecia tantas citações negativas e sempre foi digna de um grande festival de heavy metal. Sentimos pela entrega não ter chegado nem próximo do ideal.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Após cancelamento, uma das produtoras do Metal Open Air divulga nota

por em 23/04/2012
Imagem: Divulgação / Blind Guardian

Após o cancelamento do festival Metal Open Air ter sido confirmado na tarde de ontem, dia 22, em seu último dia de apresentações, a produtora Negri Concerts divulgou uma nota para se posicionar sobre o imbróglio que se tornou o festival, realizado em São Luís, no Maranhão.

No comunicado, a Negri Concerts afirma que “uma série de problemas técnicos, estruturais e de logística impossibilitou a continuação e culminaram no cancelamento do evento”, apontando sua então parceira de organização, Lamparina Filmes e Produções, como responsável pelo não pagamento dos fornecedores de som, luz, palco e backstage, fator que culminou no desmonte da estrutura do festival e, posteriormente, em seu cancelamento oficial.

Confira abaixo a nota divulgada pela Negri Concerts:


NOTA OFICIAL – DIREITO DE RESPOSTA

A Negri Concerts vem através desta comunicar o cancelamento do festival METAL OPEN AIR no seu último dia de apresentações, neste domingo (22). Uma série de problemas técnicos, estruturais e de logística impossibilitou a continuação e culminaram no cancelamento do evento.

Durante a madrugada e manhã de sábado (21), nossa empresa descobriu que os fornecedores de som, luz, palco e backstage não foram pagos pela Lamparina Filmes e Produções, empresa responsável pela contratação e pagamento das mesmas. Sentindo-se lesados, os fornecedores do evento passaram a desmontar todo o equipamento, impossibilitando que o segundo dia de atrações acontecesse para o público. Com medo de represálias e um princípio de tumulto formado pelo público da área de camping, que percebeu a movimentação na desmontagem, a polícia foi chamada para acompanhar a retirada dos equipamentos e garantir a integridade física dos fornecedores, assim como da equipe de apoio técnico de palco da Negri Concerts, que se encontrava no local tentando resolver o problema gerado por seu então parceiro.

Mesmo com todos os contratempos, a Negri Concerts em conjunto com parte da equipe da Lamparina Produções, que estava comprometida com a entrega do evento neste dia, passou a renegociar a permanência dos fornecedores no local. No entanto, nenhum dos funcionários das equipes sentiu-se seguro para dar continuidade ao festival. Preocupado com o público, o proprietário da Negri assumiu a liderança técnica do evento e a partir daí houve uma força-tarefa do departamento artístico da empresa para convencer as bandas que estavam programadas para tocar permanecessem no cast e não cancelasse suas participações, o que infelizmente não foi possível. As bandas Blind Guardian, Grave Digger e U.D.O. optaram por não participar após vistoria técnica e de segurança do Parque Independência por parte de suas equipes ainda durante as primeiras apresentações nacionais, que começaram com cerca de sete horas de atraso.

De acordo com essas bandas, não havia segurança nem para o público, nem para si próprios, além de ter a estrutura técnica comprometida, já que não houve tempo hábil para remontar equipamentos básicos necessários para dar continuidade às apresentações internacionais. A banda Legion of the Damned acabou sendo a única atração internacional da noite, e juntou-se às outras três bandas nacionais que, em consideração ao público e à nossa empresa, fizeram o que estiveram ao seu alcance, entregando performances carismáticas e intensas como a do Korzus, que tocou por mais de duas horas para os cerca de dez mil fãs presentes de todas as partes do país e da América do Sul.

Mais cedo, o Anthrax se recusou a participar do festival pelo não cumprimento de rider técnico por parte da Lamparina Filmes e Produções, exigindo sua saída imediata da cidade de São Luís. No aeroporto, a banda sofreu tentativa de agressão por parte de fãs revoltados e o intérprete acabou ferido na tentativa de proteger os integrantes do grupo.

Com o fim precoce do segundo dia de apresentações, as empresas envolvidas se reuniram em uma tentativa de acordo para a viabilização do último dia de evento. Mais uma vez, infelizes com a falta de pagamento por parte da Lamparina Filmes e Produções, os fornecedores decidiram por retirar todo o seu equipamento do Parque Independência em definitivo, impossibilitando que toda a grade de programação de hoje acontecesse. A Negri Concerts informa que TODAS AS BANDAS INTERNACIONAIS foram avisadas dos acontecimentos do dia anterior, e apesar de assustadas, assumiram o compromisso de seguir com as apresentações de hoje.

É importante ressaltar a todo o público que a participação da Negri Concerts nessa parceria restringiu-se à intermediação de negociações com seu então parceiro local das atrações internacionais, com exceção do Rock n Roll All Stars, que foi negociado diretamente pela Lamparina Filmes e Produções. A entrega da Negri Concerts consistia nessa intermediação e no apoio técnico de palco e artístico / receptivo dessas bandas na cidade de São Luís. A própria Lamparina assumiu em público – em anúncio feito em um dos palcos no sábado – que por falta de dinheiro houve os cancelamentos de bandas e os problemas estruturais já citados acima, adicionando-se a isso sérios problemas como falta de saneamento básico para o camping, roubos e furtos dentro da área do festival pela falta de segurança, entre vários outros.

Na manhã de hoje, a Lamparina Filmes e Produções impediu que as atrações internacionais deixassem o hotel para pegarem seus vôos proibindo que o serviço de vans que a mesma contratou permanecesse disponível. Mais uma vez, a Negri Concerts assumiu o controle de logística e está garantindo a saída em segurança dessas bandas da cidade de São Luis.

A Negri Concerts não se eximirá de suas responsabilidades, e vem através desta nota reafirmar seu compromisso com os fãs de heavy metal do país na entrega de espetáculos com preços de ingressos acessíveis e com atrações de nível, algumas delas inéditas no Brasil. Informamos também a todos que as apresentações das bandas Blind Guardian, Grave Digger e Shaman no Credicard Hall (São Paulo) e em Curitiba no Master Hall, além de OTEP e Annihilator no Carioca Club estão confirmadas e não foram afetadas pela série desastrosa de acontecimentos durante o Metal Open Air.

Por fim, a Negri Concerts lamenta pela cidade de São Luis, que não merecia tantas citações negativas e sempre foi digna de um grande festival de heavy metal. Sentimos pela entrega não ter chegado nem próximo do ideal.