NOTÍCIAS

Beyoncé convoca fãs para protestar contra mortes violentas nos EUA

Cantora publicou carta aberta em seu site

por Da Redação em 07/07/2016

A cantora Beyoncé divulgou na tarde dessa quinta-feira (07/07) uma carta aberta aos seus fãs no Instagram. Com o título “Liberdade”, a carta pede para que fãs tomem atitudes para diminuir os atos violentos contra negros e minorias. “Precisamos nos levantar, como uma comunidade, e lutar contra qualquer um que credite que a morte ou qualquer ato violento provocado por aqueles que deveriam nos proteger continuem impunes”, diz um trecho.

A carta se refere diretamente às mortes de Alton Sterling e Philando Castile, mortos pela polícia em Lousiania e Minnesota, respectivamente.

“Nós todos temos que canalizar nossa raiva e frustrações em ações. Temos que usar nossas vozes para contatar políticos e legisladores para mudanças sociais e judiciárias”, pede a cantora em outro trecho.

Leia abaixo a carta na íntegra:

Liberdade

Nós estamos cansados das mortes de jovens, homens e mulheres, em nossas comunidades.

É hora de pararmos e fazermos um pedido: “Parem de nos matar”!

Nós não precisamos de compaixão. Nós precisamos de que todos respeitem as nossas vidas.

Precisamos nos levantar, como uma comunidade, e lutar contra qualquer um que credite que a morte ou qualquer ato violento provocado por aqueles que deveriam nos proteger continuem impunes.

Essas vidas roubadas fazem com que nós nos sintamos sem esperança, mas temos que acreditar que podemos lutar pelos direitos das próximas gerações, para os próximos jovens, homens e mulheres, acreditarem no melhor.

Essa é uma luta humana. Não importa sua raça, sexo ou orientação sexual. Essa é uma briga de todos que se sentem marginalizados, que lutam por liberdade e direitos humanos.

Esse não é um apelo contra todos os oficiais de polícia, mas contra aqueles que desvalorizam a vida. A guerra contra os negros e todas as minorias precisa acabar.

O medo não é uma desculpa. O ódio não vencerá.

Nós todos temos que canalizar nossa raiva e frustrações em ações. Temos que usar nossas vozes para contatar políticos e legisladores para mudanças sociais e judiciárias.

Enquanto isso, todos nós rezamos pelas famílias de Alton Sterling e Philando Castile. E também rezamos para que termine a praga da injustiça em nossas comunidades.

Fale com políticos e legisladores da sua região. Sua voz será ouvida.

Beyoncé

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Beyoncé convoca fãs para protestar contra mortes violentas nos EUA

Cantora publicou carta aberta em seu site

por Da Redação em 07/07/2016

A cantora Beyoncé divulgou na tarde dessa quinta-feira (07/07) uma carta aberta aos seus fãs no Instagram. Com o título “Liberdade”, a carta pede para que fãs tomem atitudes para diminuir os atos violentos contra negros e minorias. “Precisamos nos levantar, como uma comunidade, e lutar contra qualquer um que credite que a morte ou qualquer ato violento provocado por aqueles que deveriam nos proteger continuem impunes”, diz um trecho.

A carta se refere diretamente às mortes de Alton Sterling e Philando Castile, mortos pela polícia em Lousiania e Minnesota, respectivamente.

“Nós todos temos que canalizar nossa raiva e frustrações em ações. Temos que usar nossas vozes para contatar políticos e legisladores para mudanças sociais e judiciárias”, pede a cantora em outro trecho.

Leia abaixo a carta na íntegra:

Liberdade

Nós estamos cansados das mortes de jovens, homens e mulheres, em nossas comunidades.

É hora de pararmos e fazermos um pedido: “Parem de nos matar”!

Nós não precisamos de compaixão. Nós precisamos de que todos respeitem as nossas vidas.

Precisamos nos levantar, como uma comunidade, e lutar contra qualquer um que credite que a morte ou qualquer ato violento provocado por aqueles que deveriam nos proteger continuem impunes.

Essas vidas roubadas fazem com que nós nos sintamos sem esperança, mas temos que acreditar que podemos lutar pelos direitos das próximas gerações, para os próximos jovens, homens e mulheres, acreditarem no melhor.

Essa é uma luta humana. Não importa sua raça, sexo ou orientação sexual. Essa é uma briga de todos que se sentem marginalizados, que lutam por liberdade e direitos humanos.

Esse não é um apelo contra todos os oficiais de polícia, mas contra aqueles que desvalorizam a vida. A guerra contra os negros e todas as minorias precisa acabar.

O medo não é uma desculpa. O ódio não vencerá.

Nós todos temos que canalizar nossa raiva e frustrações em ações. Temos que usar nossas vozes para contatar políticos e legisladores para mudanças sociais e judiciárias.

Enquanto isso, todos nós rezamos pelas famílias de Alton Sterling e Philando Castile. E também rezamos para que termine a praga da injustiça em nossas comunidades.

Fale com políticos e legisladores da sua região. Sua voz será ouvida.

Beyoncé