NOTÍCIAS

Com direito a cover de Pantera, Thirty Seconds To Mars derrete o Espaço das Américas

por em 17/10/2014
Por Katia Nishida Com bandeiras, balões coloridos, chuva de papel picado e gente subindo no palco, os fãs paulistanos receberam ontem (16/10) o Thirty Seconds To Mars, no Espaço das Américas. O cantor Jared Leto até que estava numa noite bem comportada. Interagiu com os presentes, mas, incrivelmente não fez nenhuma loucura, sequer deu a tradicional puladinha na plateia. Provavelmente, não queria perder outra peça do vestuário (em 2011, ele teve a camiseta rasgada; em 2007, quase roubaram seu chapéu). O ápice de seu contato com o público se deu quando ele puxou um fã para o palco e perguntou qual lado da plateia fazia mais barulho. Move - 30Seconds-9158 O show começou com um leve atraso, mas nada que pudesse superar os cinco meses de espera, depois do adiamento da turnê sul-americana. “Jesus Leto” (apelido que ganhou dos fãs na internet), seu irmão Shannon e o multi-instrumentista Tomo entraram em cena ao som de “Carmina Burana”, mas o show começou mesmo quando a banda tocou o hit de seu ultimo CD, “Up In The Air”, seguida por “Search And Destroy”. Os fãs se empolgaram tanto nas primeiras músicas que, no final da terceira (“This Is War”), alguns já apresentavam sinais de cansaço. O que também contribuiu foi o ar condicionado da casa, que não deu conta de tanta gente cantando e pulando, chegando ao cúmulo do próprio Jared Leto pedir desculpas e exigir que a casa aumentasse o ar e fornecesse água para as pessoas que estavam sendo esmagadas na grade. No momento em que Shannon abandonou a bateria e se dirigiu para a frente do palco para tocar a “L490”, dava para perceber o quanto os artistas também estavam sofrendo com o calor. Shannon estava literalmente pingando em cima do violão. Move - 30Seconds-9106 Por mais que o ar tenha falhado e o som da casa não estivesse tão alto, o saldo foi positivo, com direito a uma postagem de Jared em seu Instagram em tempo real (ele mencionou o açaí, que adora saborear quando está no país). O setlist acabou sendo uma boa mistura dos principais hits da banda, não diferindo muito dos shows passados. Teve um momento acústico, com Jared perguntando à plateia que músicas eles deveriam tocar e um surpreendente cover instrumental “Cowboys From Hell”, do Pantera, no finzinho da apresentação. Infelizmente, para os fãs das antigas, nenhuma música do primeiro CD foi tocada. Mas vale lembrar que, em 2011, eles tocaram uma versão acústica de “Capricorn” e apenas meia dúzia de gatos pingados sabia cantar. Pode ter rolado um trauma. Mas nada que uma tigela de açaí não cure. Setlist: “Carmina Burana: O Furtuna” “Up In The Air” “Search And Destroy” “This Is War” “Consquistador” “Kings And Queens” “Do Or Die” “City Of Angels” “End Of All Days” “L490” Acústico: “Hurricane” “Alibi” “The Kill (Bury Me)” Bis: “Bright Lights” “Attack” “From Yesterday” “Vox Populi” “Cowboys From Hell” “Closer To The Edge” Move - 30Seconds-9130 Fotos por: STEPHAN SOLON / MOVE CONCERTS
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
3
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Regime Fechado
Simone & Simaria
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Com direito a cover de Pantera, Thirty Seconds To Mars derrete o Espaço das Américas

por em 17/10/2014
Por Katia Nishida Com bandeiras, balões coloridos, chuva de papel picado e gente subindo no palco, os fãs paulistanos receberam ontem (16/10) o Thirty Seconds To Mars, no Espaço das Américas. O cantor Jared Leto até que estava numa noite bem comportada. Interagiu com os presentes, mas, incrivelmente não fez nenhuma loucura, sequer deu a tradicional puladinha na plateia. Provavelmente, não queria perder outra peça do vestuário (em 2011, ele teve a camiseta rasgada; em 2007, quase roubaram seu chapéu). O ápice de seu contato com o público se deu quando ele puxou um fã para o palco e perguntou qual lado da plateia fazia mais barulho. Move - 30Seconds-9158 O show começou com um leve atraso, mas nada que pudesse superar os cinco meses de espera, depois do adiamento da turnê sul-americana. “Jesus Leto” (apelido que ganhou dos fãs na internet), seu irmão Shannon e o multi-instrumentista Tomo entraram em cena ao som de “Carmina Burana”, mas o show começou mesmo quando a banda tocou o hit de seu ultimo CD, “Up In The Air”, seguida por “Search And Destroy”. Os fãs se empolgaram tanto nas primeiras músicas que, no final da terceira (“This Is War”), alguns já apresentavam sinais de cansaço. O que também contribuiu foi o ar condicionado da casa, que não deu conta de tanta gente cantando e pulando, chegando ao cúmulo do próprio Jared Leto pedir desculpas e exigir que a casa aumentasse o ar e fornecesse água para as pessoas que estavam sendo esmagadas na grade. No momento em que Shannon abandonou a bateria e se dirigiu para a frente do palco para tocar a “L490”, dava para perceber o quanto os artistas também estavam sofrendo com o calor. Shannon estava literalmente pingando em cima do violão. Move - 30Seconds-9106 Por mais que o ar tenha falhado e o som da casa não estivesse tão alto, o saldo foi positivo, com direito a uma postagem de Jared em seu Instagram em tempo real (ele mencionou o açaí, que adora saborear quando está no país). O setlist acabou sendo uma boa mistura dos principais hits da banda, não diferindo muito dos shows passados. Teve um momento acústico, com Jared perguntando à plateia que músicas eles deveriam tocar e um surpreendente cover instrumental “Cowboys From Hell”, do Pantera, no finzinho da apresentação. Infelizmente, para os fãs das antigas, nenhuma música do primeiro CD foi tocada. Mas vale lembrar que, em 2011, eles tocaram uma versão acústica de “Capricorn” e apenas meia dúzia de gatos pingados sabia cantar. Pode ter rolado um trauma. Mas nada que uma tigela de açaí não cure. Setlist: “Carmina Burana: O Furtuna” “Up In The Air” “Search And Destroy” “This Is War” “Consquistador” “Kings And Queens” “Do Or Die” “City Of Angels” “End Of All Days” “L490” Acústico: “Hurricane” “Alibi” “The Kill (Bury Me)” Bis: “Bright Lights” “Attack” “From Yesterday” “Vox Populi” “Cowboys From Hell” “Closer To The Edge” Move - 30Seconds-9130 Fotos por: STEPHAN SOLON / MOVE CONCERTS