NOTÍCIAS

Como o novo álbum de Miley passou despercebido

por em 05/09/2015

Miley Cyrus lançou outro disco. Não, não é Miley Cyrus & Her Dead Petz, anunciado para download gratuito no último domingo (30/08), no final do MTV Video Music Awards.

A novidade é Bang Me In The Box, quinto álbum e meio da cantora, que conta com 14 faixas, todas presentes em  Her Dead Petz (que possui 23 no total) – mas título e capa diferentes –, disponível no Spotify desde o dia 2 de setembro. Poucas pessoas, porém, o ouviram até o momento, já que o trabalho não leva a assinatura de Miley Cyrus e sim de Destiny Hope – nome verdadeiro da cantora.

O próximo álbum de Miley “não é um álbum de Miley”

O single principal do disco  é “Bang Me Box”, produzido por Mike WiLL Made-It e classificado de “uma ode muito autoexplicatória ao sexo lésbico” pelo New York Times.

Atualização:

O disco não está mais disponível para audição em nenhuma plataforma oficial de streaming.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
3
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Como o novo álbum de Miley passou despercebido

por em 05/09/2015

Miley Cyrus lançou outro disco. Não, não é Miley Cyrus & Her Dead Petz, anunciado para download gratuito no último domingo (30/08), no final do MTV Video Music Awards.

A novidade é Bang Me In The Box, quinto álbum e meio da cantora, que conta com 14 faixas, todas presentes em  Her Dead Petz (que possui 23 no total) – mas título e capa diferentes –, disponível no Spotify desde o dia 2 de setembro. Poucas pessoas, porém, o ouviram até o momento, já que o trabalho não leva a assinatura de Miley Cyrus e sim de Destiny Hope – nome verdadeiro da cantora.

O próximo álbum de Miley “não é um álbum de Miley”

O single principal do disco  é “Bang Me Box”, produzido por Mike WiLL Made-It e classificado de “uma ode muito autoexplicatória ao sexo lésbico” pelo New York Times.

Atualização:

O disco não está mais disponível para audição em nenhuma plataforma oficial de streaming.