NOTÍCIAS

Dado e Bonfá podem usar o nome da Legião Urbana, decide justiça

por em 07/04/2015
O juiz Fernando Cesar Ferreira Viana, titular da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, definiu: Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá podem utilizar o nome “Legião Urbana” profissionalmente, seja em shows, tributos ou outros eventos. Os dois fundaram a banda com Renato Russo em 1982, em Brasília, e estavam proibidos pela família do compositor de utilizar o nome. A decisão é final e não cabe recurso. “Foi uma vitória importante. Na verdade, isso nos prejudicava não só na questão material, mas também na própria alma, no espírito. Afetava o nosso sentido moral e ético”, comemoraram Dado e Bonfá, em comunicado. “O fato da Legião ser extremamente popular acabou facilitando todo o processo. O próprio juiz informou na sentença que reconhecia a importância dos dois na construção da banda”, afirmou Fabio Pereira, um dos advogados de Dado e Bonfá. Especializado na área de direito intelectual no escritório Veirano Advogados, Pereira disse que houve uma tentativa de negociar com a Legião Urbana Produções Artísticas LTDA, empresa que pertence aos familiares de Renato Russo. “A ‘marca’ Legião Urbana continua sendo da empresa, mas agora os dois são livres para usarem o nome”, conclui o advogado.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
2
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
3
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
4
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
5
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Dado e Bonfá podem usar o nome da Legião Urbana, decide justiça

por em 07/04/2015
O juiz Fernando Cesar Ferreira Viana, titular da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, definiu: Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá podem utilizar o nome “Legião Urbana” profissionalmente, seja em shows, tributos ou outros eventos. Os dois fundaram a banda com Renato Russo em 1982, em Brasília, e estavam proibidos pela família do compositor de utilizar o nome. A decisão é final e não cabe recurso. “Foi uma vitória importante. Na verdade, isso nos prejudicava não só na questão material, mas também na própria alma, no espírito. Afetava o nosso sentido moral e ético”, comemoraram Dado e Bonfá, em comunicado. “O fato da Legião ser extremamente popular acabou facilitando todo o processo. O próprio juiz informou na sentença que reconhecia a importância dos dois na construção da banda”, afirmou Fabio Pereira, um dos advogados de Dado e Bonfá. Especializado na área de direito intelectual no escritório Veirano Advogados, Pereira disse que houve uma tentativa de negociar com a Legião Urbana Produções Artísticas LTDA, empresa que pertence aos familiares de Renato Russo. “A ‘marca’ Legião Urbana continua sendo da empresa, mas agora os dois são livres para usarem o nome”, conclui o advogado.