NOTÍCIAS

Depois de gravar com Aline Barros, Gui Rebustini quer DVD

por em 29/09/2015
Por Marcos Lauro O cantor Gui Rebustini lançou o single “Pela Cruz (For The Cross)” com participação de Aline Barros. “Aline não faz colaborações, mas quis ouvir a música e, se gostasse, faria. Ela curtiu”, contou Gui para a Billboard Brasil. Conversamos com ele sobre a música, o gospel no Brasil e os próximos passos da sua carreira: Você lançou a música “Pela Cruz (For The Cross)” com a Aline Barros. Como pintou essa parceria? Eu tive a ideia e o meu produtor é o mesmo dos discos dela. Falei com ele e ele fez a ponte. Aline não faz colaborações, mas quis ouvir a música e, se gostasse, faria. Ela curtiu e gravamos aqui em São Paulo mesmo. https://open.spotify.com/track/1RmVeSDqFslY7xFGzkQVv3 E como você acha que está a divulgação da música gospel no Brasil? Hoje aumentou muito. Qualquer cidadezinha pequena tem uma rádio evangélica e isso ajuda. Quando a gente começa a viajar, percebe como é grande nosso país. O bom do povo evangélico é o fato de ser fiel mesmo, de ouvir as rádios e tal. Isso nos ajuda muito. Um artista gospel acaba tendo menos trabalho para conquistar o público se compararmos com o pop? No meio evangélico tem algumas ramificações, né? Tem rádios voltadas pra públicos específicos. Algumas não tocam minhas músicas, tocam outras coisas. Mas é bem diversificado... Boa parte das rádios toca de tudo para o público evangélico. Alguns artistas já manifestaram o desejo de fazer um trabalho além do gospel, para aumentar o público e tudo mais. Como é isso pra você? Eu acho muito interessante. Porque as coisas que a gente fala são muito maiores do que os lugares em que nós estamos. A gente fala de amor, de paz. Comigo eu não sei o que vai acontecer, eu não faço planos nesse sentido. Mas é arte, né? O que fazemos é pra agradar a Deus, mas eu não preciso falar Dele, posso falar de amor. Acho válido sim. E você já tem planos para o próximo lançamento? Eu já tenho dois discos gravados e penso num DVD, que eu não tenho ainda. A ideia é fazer no começo do ano que vem, em março. E tem o clipe da música com a Aline também, que vamos fazer antes.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Depois de gravar com Aline Barros, Gui Rebustini quer DVD

por em 29/09/2015
Por Marcos Lauro O cantor Gui Rebustini lançou o single “Pela Cruz (For The Cross)” com participação de Aline Barros. “Aline não faz colaborações, mas quis ouvir a música e, se gostasse, faria. Ela curtiu”, contou Gui para a Billboard Brasil. Conversamos com ele sobre a música, o gospel no Brasil e os próximos passos da sua carreira: Você lançou a música “Pela Cruz (For The Cross)” com a Aline Barros. Como pintou essa parceria? Eu tive a ideia e o meu produtor é o mesmo dos discos dela. Falei com ele e ele fez a ponte. Aline não faz colaborações, mas quis ouvir a música e, se gostasse, faria. Ela curtiu e gravamos aqui em São Paulo mesmo. https://open.spotify.com/track/1RmVeSDqFslY7xFGzkQVv3 E como você acha que está a divulgação da música gospel no Brasil? Hoje aumentou muito. Qualquer cidadezinha pequena tem uma rádio evangélica e isso ajuda. Quando a gente começa a viajar, percebe como é grande nosso país. O bom do povo evangélico é o fato de ser fiel mesmo, de ouvir as rádios e tal. Isso nos ajuda muito. Um artista gospel acaba tendo menos trabalho para conquistar o público se compararmos com o pop? No meio evangélico tem algumas ramificações, né? Tem rádios voltadas pra públicos específicos. Algumas não tocam minhas músicas, tocam outras coisas. Mas é bem diversificado... Boa parte das rádios toca de tudo para o público evangélico. Alguns artistas já manifestaram o desejo de fazer um trabalho além do gospel, para aumentar o público e tudo mais. Como é isso pra você? Eu acho muito interessante. Porque as coisas que a gente fala são muito maiores do que os lugares em que nós estamos. A gente fala de amor, de paz. Comigo eu não sei o que vai acontecer, eu não faço planos nesse sentido. Mas é arte, né? O que fazemos é pra agradar a Deus, mas eu não preciso falar Dele, posso falar de amor. Acho válido sim. E você já tem planos para o próximo lançamento? Eu já tenho dois discos gravados e penso num DVD, que eu não tenho ainda. A ideia é fazer no começo do ano que vem, em março. E tem o clipe da música com a Aline também, que vamos fazer antes.