NOTÍCIAS

Esposa de Chris Cornell questiona motivo da morte do cantor

Vocalista do Soundgarden, segundo a polícia de Detroit, se suicidou na madrugada desta quinta-feira (18/05) no quarto do hotel

por Redação em 19/05/2017

A família de Chris Cornell está questionando a conclusão do legista sobre a causa da morte do vocalista do Soundgarden. De acordo com o laudo, o cantor cometeu suicídio em seu quarto de hotel na madrugada desta quinta-feira (18/05), após um show do grupo.

Em uma carta assinada pelo advogado da família, Kirk Pasich, e pela esposa do artista, Vicky Cornell, eles dizem que estão “perturbados com a conclusão de que Chris intencionalmente tirou sua vida”, sugerindo que o ícone do grunge de 52 anos pode ter tido uma overdose acidental em medicamentos para a ansiedade, que podem ser letais em altas doses.

O comunicado de Pasich e Vicky Cornell explica que “sem o resultado dos testes toxicológicos, não sabemos o que estava acontecendo com Chris – ou se ele ingeriu qualquer substância que o levou à morte”.

Chris, um viciado em recuperação, tinha receita do remédio Ativan e pode ter tomado uma dosagem maior que a recomendada. A família acredita que, se Chris tirou a própria vida, ele não sabia o que estava fazendo e que drogas ou outras substâncias podem ter afetado suas ações. Ativan pode causar paranoia e pensamento suicídas, fala arrastada e julgamento prejudicado.

Cornell foi encontrado morto no chão de seu quarto de hotel em Detroit, Estados Unidos, pouco depois do Soundgarden fazer um show na cidade. A polícia descreveu uma “corda” em torno de seu pescoço. O legista da cidade declarou a morte como suicídio.

A esposa Vicky Cornell compartilhou o luto pela perda do marido de 13 anos e pai de dois filhos pré-adolescentes. “A morte de Chris é uma perda que não me faltam palavras e que criou um vazio em meu coração que nunca será preenchido. Como todos que o conheciam comentaram, Chris era um pai e marido dedicado. Ele era meu melhor amigo. Seu mundo girava em torno da família e da música”.

Ela diz que Cornell viajou para casa para passar o Dia das Mães com a família durante o fim de semana, em uma folga entre os shows. Ele voltou para a turnê na quarta-feira à tarde, depois de passar um tempo com os filhos. “Quando conversamos depois do show, percebi que ele estava arrastando algumas palavras; estava diferente. Quando ele me contou que tinha tomado um Ativan ou dois a mais, entrei em contato com a segurança e pedi para checarem”.

Ela continuou, “o que aconteceu é inexplicável e estou esperançosa de que futuros boletins médicos forneçam detalhes melhores. Sei que ele amava nossos filhos e não os machucaria tirando sua vida intencionalmente. A quantidade de amor e apoio que recebemos de seus fãs, amigos e família significa demais para nós. Obrigada por isso e por entender quão difícil isso é para nós”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
3
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Regime Fechado
Simone & Simaria
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Esposa de Chris Cornell questiona motivo da morte do cantor

Vocalista do Soundgarden, segundo a polícia de Detroit, se suicidou na madrugada desta quinta-feira (18/05) no quarto do hotel

por Redação em 19/05/2017

A família de Chris Cornell está questionando a conclusão do legista sobre a causa da morte do vocalista do Soundgarden. De acordo com o laudo, o cantor cometeu suicídio em seu quarto de hotel na madrugada desta quinta-feira (18/05), após um show do grupo.

Em uma carta assinada pelo advogado da família, Kirk Pasich, e pela esposa do artista, Vicky Cornell, eles dizem que estão “perturbados com a conclusão de que Chris intencionalmente tirou sua vida”, sugerindo que o ícone do grunge de 52 anos pode ter tido uma overdose acidental em medicamentos para a ansiedade, que podem ser letais em altas doses.

O comunicado de Pasich e Vicky Cornell explica que “sem o resultado dos testes toxicológicos, não sabemos o que estava acontecendo com Chris – ou se ele ingeriu qualquer substância que o levou à morte”.

Chris, um viciado em recuperação, tinha receita do remédio Ativan e pode ter tomado uma dosagem maior que a recomendada. A família acredita que, se Chris tirou a própria vida, ele não sabia o que estava fazendo e que drogas ou outras substâncias podem ter afetado suas ações. Ativan pode causar paranoia e pensamento suicídas, fala arrastada e julgamento prejudicado.

Cornell foi encontrado morto no chão de seu quarto de hotel em Detroit, Estados Unidos, pouco depois do Soundgarden fazer um show na cidade. A polícia descreveu uma “corda” em torno de seu pescoço. O legista da cidade declarou a morte como suicídio.

A esposa Vicky Cornell compartilhou o luto pela perda do marido de 13 anos e pai de dois filhos pré-adolescentes. “A morte de Chris é uma perda que não me faltam palavras e que criou um vazio em meu coração que nunca será preenchido. Como todos que o conheciam comentaram, Chris era um pai e marido dedicado. Ele era meu melhor amigo. Seu mundo girava em torno da família e da música”.

Ela diz que Cornell viajou para casa para passar o Dia das Mães com a família durante o fim de semana, em uma folga entre os shows. Ele voltou para a turnê na quarta-feira à tarde, depois de passar um tempo com os filhos. “Quando conversamos depois do show, percebi que ele estava arrastando algumas palavras; estava diferente. Quando ele me contou que tinha tomado um Ativan ou dois a mais, entrei em contato com a segurança e pedi para checarem”.

Ela continuou, “o que aconteceu é inexplicável e estou esperançosa de que futuros boletins médicos forneçam detalhes melhores. Sei que ele amava nossos filhos e não os machucaria tirando sua vida intencionalmente. A quantidade de amor e apoio que recebemos de seus fãs, amigos e família significa demais para nós. Obrigada por isso e por entender quão difícil isso é para nós”.