NOTÍCIAS

Fique por dentro da reinvenção de Lady Gaga, planejada há um ano

por em 10/03/2015
Lady Gaga já recebeu o vômito de uma garota em uma performance artística num show do festival South by Southwest. Seu clipe para "Do What U Want", dirigido por Terry Richardson, foi considerado muito pesado, até mesmo para os padrões Lady Gaga. As dançarinas roçando na cantora durante a turnê Artrave: The Artpop Ball eram a expressão da esquisitice. https://www.youtube.com/watch?v=5MWhrUGt35Y Já na apresentação que fez na última edição do Oscar, em que cantou um tributo à Noviça Rebelde, a coisa mais estranha que ela fez no palco foi não ter sido estranha. Afinadíssima, Gaga roubou a cena e trouxe a plateia de celebridades aos seus pés. Julie Andrews, que viveu a noviça nas telas, até disse à revista People que tinha encontrado uma nova amiga, se referindo obviamente à estrela de 28 anos. “É engraçado ver muitos sites e blogs perguntando ‘Por que está todo mundo chocado que ela é tão talentosa?’”, disse Bobby Campbell a Billboard, em sua primeira entrevista desde que virou o produtor de Gaga, em 2013. "O mundo está celebrando o talento dela de uma maneira bem mainstream." gaga agua A ambiciosa performance de Gaga foi o resultado de dois meses dedicados a ensaios com seu treinador vocal. Mas também culminou com um período de seis meses de reinvenção, posterior ao fracasso comercial de Artpop (o álbum vendeu 744 mil cópias, enquanto The Fame vendeu 4,6 milhões e Born This Way, 2,3 milhões). A recuperação começou com seu álbum em parceria com Tony Bennett, lançado no ano passado, que estreou em 1º no Billboard 200 e levou o Grammy de Melhor Álbum de Pop Vocal Tradicional. A dupla ainda fechou 30 datas numa turnê mundial que tem ingressos bem mais caros que o praticado no mundo pop. Ainda que toda essa estratégia possa indicar uma tentativa de vender Gaga como uma diva ao estilo clássico de Barbra Streisand, Campbell e outras fontes garantes que tudo isso que está acontecendo hoje com a cantora vem sendo planejado há um ano ou mais. "A mensagem é o yin e o yang de Gaga. Era importante que isso ficasse claro", diz Steve Berman, vice-presidente do selo Interscope. Ainda assim, um ex-parceiro da Mother Monster acredita que ela talvez nunca mais tenha as mesmas glórias do passado se não soltar as rédeas criativas um pouquinho. “Ela ainda insiste em escrever suas próprias músicas. Artpop foi uma bagunça. Ela precisa se conectar mais com os jovens. Olhe para Katy Perry e Taylor Swift, elas não só mantiveram esse público como ganharam mais fãs jovens.” Campbell e a Interscope acham que só ouviremos novas músicas pop de Lady Gaga em 2016. Mas ela está de volta ao estúdio com o produtor e compositor RedOne, que fez parte de muitos de seus maiores sucessos, como “Poker Face” e “Bad Romance”. Ele contou a Billboard que a primeira sessão que fez em 2014 representou o fechamento de um ciclo. Não só por causa do oitavo aniversário das sessões de "Just Dance". “Ela e eu estamos com uma vida mais tranquila agora – eu a vejo feliz, sorrindo como a garota que conheci há anos. Ela está num lugar muito bonito neste momento”, conclui ele. lady gaga kiss
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
3
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Fique por dentro da reinvenção de Lady Gaga, planejada há um ano

por em 10/03/2015
Lady Gaga já recebeu o vômito de uma garota em uma performance artística num show do festival South by Southwest. Seu clipe para "Do What U Want", dirigido por Terry Richardson, foi considerado muito pesado, até mesmo para os padrões Lady Gaga. As dançarinas roçando na cantora durante a turnê Artrave: The Artpop Ball eram a expressão da esquisitice. https://www.youtube.com/watch?v=5MWhrUGt35Y Já na apresentação que fez na última edição do Oscar, em que cantou um tributo à Noviça Rebelde, a coisa mais estranha que ela fez no palco foi não ter sido estranha. Afinadíssima, Gaga roubou a cena e trouxe a plateia de celebridades aos seus pés. Julie Andrews, que viveu a noviça nas telas, até disse à revista People que tinha encontrado uma nova amiga, se referindo obviamente à estrela de 28 anos. “É engraçado ver muitos sites e blogs perguntando ‘Por que está todo mundo chocado que ela é tão talentosa?’”, disse Bobby Campbell a Billboard, em sua primeira entrevista desde que virou o produtor de Gaga, em 2013. "O mundo está celebrando o talento dela de uma maneira bem mainstream." gaga agua A ambiciosa performance de Gaga foi o resultado de dois meses dedicados a ensaios com seu treinador vocal. Mas também culminou com um período de seis meses de reinvenção, posterior ao fracasso comercial de Artpop (o álbum vendeu 744 mil cópias, enquanto The Fame vendeu 4,6 milhões e Born This Way, 2,3 milhões). A recuperação começou com seu álbum em parceria com Tony Bennett, lançado no ano passado, que estreou em 1º no Billboard 200 e levou o Grammy de Melhor Álbum de Pop Vocal Tradicional. A dupla ainda fechou 30 datas numa turnê mundial que tem ingressos bem mais caros que o praticado no mundo pop. Ainda que toda essa estratégia possa indicar uma tentativa de vender Gaga como uma diva ao estilo clássico de Barbra Streisand, Campbell e outras fontes garantes que tudo isso que está acontecendo hoje com a cantora vem sendo planejado há um ano ou mais. "A mensagem é o yin e o yang de Gaga. Era importante que isso ficasse claro", diz Steve Berman, vice-presidente do selo Interscope. Ainda assim, um ex-parceiro da Mother Monster acredita que ela talvez nunca mais tenha as mesmas glórias do passado se não soltar as rédeas criativas um pouquinho. “Ela ainda insiste em escrever suas próprias músicas. Artpop foi uma bagunça. Ela precisa se conectar mais com os jovens. Olhe para Katy Perry e Taylor Swift, elas não só mantiveram esse público como ganharam mais fãs jovens.” Campbell e a Interscope acham que só ouviremos novas músicas pop de Lady Gaga em 2016. Mas ela está de volta ao estúdio com o produtor e compositor RedOne, que fez parte de muitos de seus maiores sucessos, como “Poker Face” e “Bad Romance”. Ele contou a Billboard que a primeira sessão que fez em 2014 representou o fechamento de um ciclo. Não só por causa do oitavo aniversário das sessões de "Just Dance". “Ela e eu estamos com uma vida mais tranquila agora – eu a vejo feliz, sorrindo como a garota que conheci há anos. Ela está num lugar muito bonito neste momento”, conclui ele. lady gaga kiss