NOTÍCIAS

Jenni Mosello lança “Disk Me Quer”

Cantora, que participou do X Factor Brasil, inicia nova fase, agora cantando em português

por Rebecca Silva em 28/04/2017

A cantora Jenni Mosello lança, em primeira mão na Billboard Brasil, nesta sexta-feira (28/04) o clipe de seu novo single “Disk Me Quer”.

Jenni ficou conhecida ao participar da versão brasileira do reality musical X Factor e terminar em segundo lugar. Com um passado no jazz, ela repaginou seu som e traz uma sonoridade mais pop com uma novidade: composições em português.

AS NUANCES DE JENNI MOSELLO 

Com inspiração em diferentes editoriais de moda e tendências fashion, Jenni foge do cenário do atual pop brasileiro, com fortes influências do funk, trazendo um olhar mais alternativo e experimental para o gênero, como já vem sendo feito nos Estados Unidos e Europa.

JENNI MOSELLO BY VITORAUGUSTO - CLIPE DISL ME QUER4

Divulgação/Vitor Augusto

A direção do clipe ficou por conta de Fernando Hideki.

A Billboard Brasil conversou com a cantora sobre a nova fase da carreira:

Você costumava compor em inglês e trabalhar com uma sonoridade mais jazz. Como foi mudar completamente e trabalhar com o pop?
Foi bem legal, foi um processo diferente. Eu nunca tinha feito nada parecido em português, até tinha feito em inglês. Quando eu sentei para compor em português foi bem complicado, tive que pensar bastante em como usar as palavras da forma certa, trazer ritmo. Tive que aprender a compor de novo. Eu gostei muito de me ouvir cantando em português. É diferente quando você compõe no próprio idioma. Eu sentia falta dessa comunicação com meu público, de ser entendida tão facilmente. Eu usava o inglês como forma de me proteger da minha imagem artística real. Eu usava como escudo. No português, sou 100% eu, todo mundo vai me ouvir e me entender. Espero que gostem dessa minha versão.

Da outra vez que conversamos, você disse que pretendia lançar uma música por semana, diferente do formato tradicional de divulgação de álbuns. Segue com essa ideia?
Exatamente. Eu vou lançar em pílulas, mas uma vez por mês, com videoclipe. Vai ter produção grande por trás. Vamos trazer figurinos, ótima direção, vai ser bem trabalhado. A princípio, esse é o plano. Já estou terminando a música do mês que vem. A vida sempre nos surpreende, não é impossível eu lançar tudo de uma vez, não. O plano é lançar essas em português e algumas em inglês no final do ano.

JENNI MOSELLO BY VITORAUGUSTO - CLIPE DISL ME QUER5

Divulgação/Vitor Augusto

Além dos editoriais de moda, para o clipe, você teve alguma referência musical?
Eu uso a moda como referência porque eu sempre gostei muito, desde pequena. Eu trabalho com a música e meu hobby é a moda. Gosto de levar para a minha carreira artística. Eu quero me colocar no mercado como uma artista diferente. Eu venho do jazz, gosto muito do hip hop, de pop. Sou viciada em David Bowie e essa galera que mudou a música. Tenho essas influências, mas são ingredientes a mais para fazer minha música. Não vou copiar ninguém porque isso perde a identidade. Se for parecido com alguém, tenha certeza que não foi de propósito [risos].

O pop brasileiro está passando por um momento muito produtivo, com o surgimento de muitos artistas, mas eles costumam vir do funk. Você traz uma outra sonoridade e identidade visual ao pop, parecido com o que artistas lá de fora também estão fazendo, quebrando os padrões do gênero. O que acha disso? Tem alguma artista favorita?
Eu me encaixo muito nesses ideais e nessa bandeira que essas meninas estão trazendo, de ser feliz independentemente de como você for. Admiro muito. A minha preferida é a MØ. Acho que ela é aquela pessoa que canta o pop de forma maravilhosa, ela é verdadeira no palco, você vê que não é ensaiado, plastificado. Não é algo feito pela indústria. Ela tem esse visual “eu sou feliz assim”, louca mesmo e dane-se, “essa é minha música, espero que gostem”. A sinceridade é o que me atrai nessas novas artistas. É quem chegou e disse que não queria ser famosa, queria ser cantora e artista. Tem muita gente que quer ser artista pela fama e acho que perde a realidade. Gosto de ouvir artista quando sinto que ele é honesto comigo. O que eu senti com Bowie, Amy Winehouse, Lady Gaga, Rihanna, Ariana Grande. Elas fazem porque amam e amam o que fazem. Quero me encaixar nesse perfil.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Jenni Mosello lança “Disk Me Quer”

Cantora, que participou do X Factor Brasil, inicia nova fase, agora cantando em português

por Rebecca Silva em 28/04/2017

A cantora Jenni Mosello lança, em primeira mão na Billboard Brasil, nesta sexta-feira (28/04) o clipe de seu novo single “Disk Me Quer”.

Jenni ficou conhecida ao participar da versão brasileira do reality musical X Factor e terminar em segundo lugar. Com um passado no jazz, ela repaginou seu som e traz uma sonoridade mais pop com uma novidade: composições em português.

AS NUANCES DE JENNI MOSELLO 

Com inspiração em diferentes editoriais de moda e tendências fashion, Jenni foge do cenário do atual pop brasileiro, com fortes influências do funk, trazendo um olhar mais alternativo e experimental para o gênero, como já vem sendo feito nos Estados Unidos e Europa.

JENNI MOSELLO BY VITORAUGUSTO - CLIPE DISL ME QUER4

Divulgação/Vitor Augusto

A direção do clipe ficou por conta de Fernando Hideki.

A Billboard Brasil conversou com a cantora sobre a nova fase da carreira:

Você costumava compor em inglês e trabalhar com uma sonoridade mais jazz. Como foi mudar completamente e trabalhar com o pop?
Foi bem legal, foi um processo diferente. Eu nunca tinha feito nada parecido em português, até tinha feito em inglês. Quando eu sentei para compor em português foi bem complicado, tive que pensar bastante em como usar as palavras da forma certa, trazer ritmo. Tive que aprender a compor de novo. Eu gostei muito de me ouvir cantando em português. É diferente quando você compõe no próprio idioma. Eu sentia falta dessa comunicação com meu público, de ser entendida tão facilmente. Eu usava o inglês como forma de me proteger da minha imagem artística real. Eu usava como escudo. No português, sou 100% eu, todo mundo vai me ouvir e me entender. Espero que gostem dessa minha versão.

Da outra vez que conversamos, você disse que pretendia lançar uma música por semana, diferente do formato tradicional de divulgação de álbuns. Segue com essa ideia?
Exatamente. Eu vou lançar em pílulas, mas uma vez por mês, com videoclipe. Vai ter produção grande por trás. Vamos trazer figurinos, ótima direção, vai ser bem trabalhado. A princípio, esse é o plano. Já estou terminando a música do mês que vem. A vida sempre nos surpreende, não é impossível eu lançar tudo de uma vez, não. O plano é lançar essas em português e algumas em inglês no final do ano.

JENNI MOSELLO BY VITORAUGUSTO - CLIPE DISL ME QUER5

Divulgação/Vitor Augusto

Além dos editoriais de moda, para o clipe, você teve alguma referência musical?
Eu uso a moda como referência porque eu sempre gostei muito, desde pequena. Eu trabalho com a música e meu hobby é a moda. Gosto de levar para a minha carreira artística. Eu quero me colocar no mercado como uma artista diferente. Eu venho do jazz, gosto muito do hip hop, de pop. Sou viciada em David Bowie e essa galera que mudou a música. Tenho essas influências, mas são ingredientes a mais para fazer minha música. Não vou copiar ninguém porque isso perde a identidade. Se for parecido com alguém, tenha certeza que não foi de propósito [risos].

O pop brasileiro está passando por um momento muito produtivo, com o surgimento de muitos artistas, mas eles costumam vir do funk. Você traz uma outra sonoridade e identidade visual ao pop, parecido com o que artistas lá de fora também estão fazendo, quebrando os padrões do gênero. O que acha disso? Tem alguma artista favorita?
Eu me encaixo muito nesses ideais e nessa bandeira que essas meninas estão trazendo, de ser feliz independentemente de como você for. Admiro muito. A minha preferida é a MØ. Acho que ela é aquela pessoa que canta o pop de forma maravilhosa, ela é verdadeira no palco, você vê que não é ensaiado, plastificado. Não é algo feito pela indústria. Ela tem esse visual “eu sou feliz assim”, louca mesmo e dane-se, “essa é minha música, espero que gostem”. A sinceridade é o que me atrai nessas novas artistas. É quem chegou e disse que não queria ser famosa, queria ser cantora e artista. Tem muita gente que quer ser artista pela fama e acho que perde a realidade. Gosto de ouvir artista quando sinto que ele é honesto comigo. O que eu senti com Bowie, Amy Winehouse, Lady Gaga, Rihanna, Ariana Grande. Elas fazem porque amam e amam o que fazem. Quero me encaixar nesse perfil.