NOTÍCIAS

Kiiara, a surpresa do pop americano

Nascida no subúrbio de Chicago, ela trocou um emprego numa loja de ferramentas pelo sonho de ser artista

por Rebecca Silva em 31/08/2016

Se você entrasse em uma loja de ferramentas de Chicago há pouco tempo, as chances de ser atendido por Kiara Saulters – uma garota no início de seus vinte anos que odiava o trabalho e ocupava todo o seu tempo livre compondo – era grande. Mas, em outubro de 2015, a jovem sonhadora adicionou um “i” ao nome, deixou o sobrenome de lado e tornou-se Kiiara, a artista. Na época, lançou seu primeiro single, “Gold”, que tem atraído atenção em todo o mundo e vem ganhando posições nos rankings. A Billboard Brasil conversou com a cantora e compositora sobre o sucesso repentino.

Com uma batida contagiante e uma letra digna de uma mulher confiante, “Gold” foi lançada inicialmente pela internet. Curiosamente, a faixa começou a fazer um sucesso enorme na Austrália em dezembro do ano passado. “Quando a lançamos, não pensamos que seria tão ouvida. É incrível saber que pessoas do mundo todo gostam e escutam a música. Tem muito de mim nela. Escrevi pensando na forma como fui criada e a mensagem é de não dever nada a ninguém, não precisar se justificar para os outros”, disse a garota de 21 anos por telefone. Nos últimos meses, ela passou a ser a aposta do verão americano e começou a subir nos rankings – “Gold” está em 20º lugar no Hot 100 –, ao mesmo tempo em que continua fazendo sucesso fora de seu país natal. Segundo o Spotify, Londres é a cidade onde a jovem cantora é mais ouvida. Cidade do México e Cidade de Cingapura fazem parte do Top 5 regional do aplicativo.

A seguir, a ordem dos acontecimentos foi natural: Kiiara assinou contrato com a Atlantic Records, largou o emprego que detestava e mudou-se para Los Angeles, com o objetivo de focar apenas na carreira artística. “A mudança nos últimos meses foi grande. Lancei meu EP, comecei a fazer performances, dar entrevistas, gravar clipes. A experiência é incrível.” Apesar do tempo que a música levou para estourar nos Estados Unidos – quase um ano –, o retorno logo com o primeiro single pode ser assustador para alguns, mas não para Kiiara. “´É surreal, mas não sinto pressão. Me sinto da mesma forma que antes do sucesso, continuo fazendo música do jeito que gosto.”

A cantora se apresentou na edição deste ano do Lollapalooza nos Estados Unidos e recebeu elogios da mídia especializada. Preparada para os palcos, ela sai em turnê para divulgar seu trabalho em novembro e deve apresentar, além das faixas do EP low kii savage, algumas surpresas do primeiro álbum de estúdio, que será lançado em janeiro. Fique de olho!

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Kiiara, a surpresa do pop americano

Nascida no subúrbio de Chicago, ela trocou um emprego numa loja de ferramentas pelo sonho de ser artista

por Rebecca Silva em 31/08/2016

Se você entrasse em uma loja de ferramentas de Chicago há pouco tempo, as chances de ser atendido por Kiara Saulters – uma garota no início de seus vinte anos que odiava o trabalho e ocupava todo o seu tempo livre compondo – era grande. Mas, em outubro de 2015, a jovem sonhadora adicionou um “i” ao nome, deixou o sobrenome de lado e tornou-se Kiiara, a artista. Na época, lançou seu primeiro single, “Gold”, que tem atraído atenção em todo o mundo e vem ganhando posições nos rankings. A Billboard Brasil conversou com a cantora e compositora sobre o sucesso repentino.

Com uma batida contagiante e uma letra digna de uma mulher confiante, “Gold” foi lançada inicialmente pela internet. Curiosamente, a faixa começou a fazer um sucesso enorme na Austrália em dezembro do ano passado. “Quando a lançamos, não pensamos que seria tão ouvida. É incrível saber que pessoas do mundo todo gostam e escutam a música. Tem muito de mim nela. Escrevi pensando na forma como fui criada e a mensagem é de não dever nada a ninguém, não precisar se justificar para os outros”, disse a garota de 21 anos por telefone. Nos últimos meses, ela passou a ser a aposta do verão americano e começou a subir nos rankings – “Gold” está em 20º lugar no Hot 100 –, ao mesmo tempo em que continua fazendo sucesso fora de seu país natal. Segundo o Spotify, Londres é a cidade onde a jovem cantora é mais ouvida. Cidade do México e Cidade de Cingapura fazem parte do Top 5 regional do aplicativo.

A seguir, a ordem dos acontecimentos foi natural: Kiiara assinou contrato com a Atlantic Records, largou o emprego que detestava e mudou-se para Los Angeles, com o objetivo de focar apenas na carreira artística. “A mudança nos últimos meses foi grande. Lancei meu EP, comecei a fazer performances, dar entrevistas, gravar clipes. A experiência é incrível.” Apesar do tempo que a música levou para estourar nos Estados Unidos – quase um ano –, o retorno logo com o primeiro single pode ser assustador para alguns, mas não para Kiiara. “´É surreal, mas não sinto pressão. Me sinto da mesma forma que antes do sucesso, continuo fazendo música do jeito que gosto.”

A cantora se apresentou na edição deste ano do Lollapalooza nos Estados Unidos e recebeu elogios da mídia especializada. Preparada para os palcos, ela sai em turnê para divulgar seu trabalho em novembro e deve apresentar, além das faixas do EP low kii savage, algumas surpresas do primeiro álbum de estúdio, que será lançado em janeiro. Fique de olho!