NOTÍCIAS

Leia a entrevista exclusiva com a banda de indie rock Bastille

por em 20/05/2014
A Billboard procurou Dan Smith, do Bastille, para falar um pouco mais sobre sua carreira, momentos memoráveis e o que ele andou ouvindo no último ano. O Bastille ganhou notoriedade com o disco Bad Blood (2013) e o hit “Pompeii”, o que rendeu aos britânicos uma vaga na categoria de Artista Revelação no Bilboard Music Awards, realizado no último domingo (18/05). Confira, abaixo, a entrevista completa: Qual foi o melhor acontecimento do último ano para você? Ser convidado para sair com David Lynch foi algo que nunca imaginei que aconteceria. Nós fizemos um remix de uma de suas músicas e ele me convidou para tomar um café e bater um papo. Foi muito surreal, ele é muito legal, engraçado e interessante. Que música lançada no último ano você gostaria de ter escrito? “My Song 5”, das meninas do HAIM. Eu amo o trabalho delas, mas essa canção foi a que mais se destacou para mim. Não parece com nada que eu tenha ouvido antes e eu adoro como ela foi escrita. Qual música você quis tirar da sua cabeça mas não conseguiu? “Latch”, do Disclosure. O Sam Smith, que participa da faixa, tem um talento especial para criar refrãos brilhantes. Ouvi uma versão mais simples há algum tempo, o que me fez ficar viciado nela. Mas amo a versão do Disclosure, de qualquer forma. A música foi um enorme sucesso no Reino Unido e estou muito feliz em vê-los fazendo sucesso nos EUA também. Qual artista é uma revelação para você? A cantora Banks. Eu a descobri no ano passado e fiquei paciente esperando por novos trabalhos dela. Felizmente houve o lançamento de um EP, a voz e as composições são maravilhosas. Eu mal posso esperar para ouvir um disco. Ah, conseguimos assistir um pouco do set que ela fez no Coachella, foi ótimo. Quem te impressionou recentemente no mercado fonográfico? O lançamento do disco surpresa de Beyoncé foi uma jogada brilhante e emocionante. Qual comeback recente chamou a sua atenção? Eu amo o disco de estreia do Damon Albarn, não sei se isso conta, porque ele nem sempre foi alguém conhecido. Mas eu amo como ele muda a cada lançamento. Qual o seu meme favorito relacionado à música? Acho que o vídeo em que o Pharrell Williams se emociona ao perceber o sucesso de “Happy”, em uma entrevista à Oprah, há algumas semanas. Há alguma tendência acontecendo que te deixe contente? É bom ver a música britânica fazer sucesso no mundo todo. E também adoro ver o interesse das pessoas em comprar músicas em vinil. http://www.youtube.com/watch?v=F90Cw4l-8NY  
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
3
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Leia a entrevista exclusiva com a banda de indie rock Bastille

por em 20/05/2014
A Billboard procurou Dan Smith, do Bastille, para falar um pouco mais sobre sua carreira, momentos memoráveis e o que ele andou ouvindo no último ano. O Bastille ganhou notoriedade com o disco Bad Blood (2013) e o hit “Pompeii”, o que rendeu aos britânicos uma vaga na categoria de Artista Revelação no Bilboard Music Awards, realizado no último domingo (18/05). Confira, abaixo, a entrevista completa: Qual foi o melhor acontecimento do último ano para você? Ser convidado para sair com David Lynch foi algo que nunca imaginei que aconteceria. Nós fizemos um remix de uma de suas músicas e ele me convidou para tomar um café e bater um papo. Foi muito surreal, ele é muito legal, engraçado e interessante. Que música lançada no último ano você gostaria de ter escrito? “My Song 5”, das meninas do HAIM. Eu amo o trabalho delas, mas essa canção foi a que mais se destacou para mim. Não parece com nada que eu tenha ouvido antes e eu adoro como ela foi escrita. Qual música você quis tirar da sua cabeça mas não conseguiu? “Latch”, do Disclosure. O Sam Smith, que participa da faixa, tem um talento especial para criar refrãos brilhantes. Ouvi uma versão mais simples há algum tempo, o que me fez ficar viciado nela. Mas amo a versão do Disclosure, de qualquer forma. A música foi um enorme sucesso no Reino Unido e estou muito feliz em vê-los fazendo sucesso nos EUA também. Qual artista é uma revelação para você? A cantora Banks. Eu a descobri no ano passado e fiquei paciente esperando por novos trabalhos dela. Felizmente houve o lançamento de um EP, a voz e as composições são maravilhosas. Eu mal posso esperar para ouvir um disco. Ah, conseguimos assistir um pouco do set que ela fez no Coachella, foi ótimo. Quem te impressionou recentemente no mercado fonográfico? O lançamento do disco surpresa de Beyoncé foi uma jogada brilhante e emocionante. Qual comeback recente chamou a sua atenção? Eu amo o disco de estreia do Damon Albarn, não sei se isso conta, porque ele nem sempre foi alguém conhecido. Mas eu amo como ele muda a cada lançamento. Qual o seu meme favorito relacionado à música? Acho que o vídeo em que o Pharrell Williams se emociona ao perceber o sucesso de “Happy”, em uma entrevista à Oprah, há algumas semanas. Há alguma tendência acontecendo que te deixe contente? É bom ver a música britânica fazer sucesso no mundo todo. E também adoro ver o interesse das pessoas em comprar músicas em vinil. http://www.youtube.com/watch?v=F90Cw4l-8NY