NOTÍCIAS

Lexa lança clipe de “Vem Que Eu Tô Querendo”

Faixa faz parte do novo disco da cantora carioca

por Rebecca Silva em 25/04/2017

A cantora Lexa lança nesta terça-feira (25/04), em primeira mão para a Billboard Brasil, o clipe de seu novo single “Vem Que Eu Tô Querendo”.

Gravado no teatro Oscar Niemeyer, em Niterói, Rio de Janeiro, o clipe mistura a sensualidade dos anos 1920 com a modernidade da tecnologia dos computadores. O vídeo retrata uma peça de teatro e conta com a participação do ator David Junior. A direção é de Thiago Ferreira.

Em todo o clipe, a cantora esbanja sensualidade ao usar diferentes tipos de lingerie, combinando com o clima sedutor da faixa. “Quando uso qualquer coisa, sou autoconfiante. Mesmo quando não estou nos melhores dias”, conta a cantora.

Sobre possíveis críticas sobre a escolha do figurino, Lexa já adianta: “Estamos no século 21. O resultado é sensual, não vulgar. Já ouvi isso algumas vezes e outras coisas de homens sem filtros, é nojento. Mas sou tão confiante em mim que não ligo mais. No começo, me machucava muito, mas meus valores são maiores que isso. Aprendi a impor respeito”.

lexa

“Vem Que Eu Tô Querendo” faz parte do novo álbum de Lexa, que tem previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano. No trabalho, mais faixas trarão essa pegada de reggaeton e tropical house que o single mostra, mas Lexa não abandonará as baladas românticas. “Hoje já vejo um amadurecimento em mim, tanto no posicionamento, quanto na voz. Meu discurso é mais maduro do que era no primeiro disco, aos 19 anos”, revela a cantora.

Sobre ter sofrido com comparações no início da carreira, Lexa avalia que o mercado atualmente está mais favorável para as mulheres, não só no pop. “Acho ótimo. Não vejo como competição, vejo como uma forma do mercado se movimentar. Na época que comecei, só tinha Anitta, Ludmilla e Valesca. Hoje, mais meninas estão cantando, não só no pop, é só olhar o sertanejo. As mulheres estão se posicionando e se mostrando mais”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Lexa lança clipe de “Vem Que Eu Tô Querendo”

Faixa faz parte do novo disco da cantora carioca

por Rebecca Silva em 25/04/2017

A cantora Lexa lança nesta terça-feira (25/04), em primeira mão para a Billboard Brasil, o clipe de seu novo single “Vem Que Eu Tô Querendo”.

Gravado no teatro Oscar Niemeyer, em Niterói, Rio de Janeiro, o clipe mistura a sensualidade dos anos 1920 com a modernidade da tecnologia dos computadores. O vídeo retrata uma peça de teatro e conta com a participação do ator David Junior. A direção é de Thiago Ferreira.

Em todo o clipe, a cantora esbanja sensualidade ao usar diferentes tipos de lingerie, combinando com o clima sedutor da faixa. “Quando uso qualquer coisa, sou autoconfiante. Mesmo quando não estou nos melhores dias”, conta a cantora.

Sobre possíveis críticas sobre a escolha do figurino, Lexa já adianta: “Estamos no século 21. O resultado é sensual, não vulgar. Já ouvi isso algumas vezes e outras coisas de homens sem filtros, é nojento. Mas sou tão confiante em mim que não ligo mais. No começo, me machucava muito, mas meus valores são maiores que isso. Aprendi a impor respeito”.

lexa

“Vem Que Eu Tô Querendo” faz parte do novo álbum de Lexa, que tem previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano. No trabalho, mais faixas trarão essa pegada de reggaeton e tropical house que o single mostra, mas Lexa não abandonará as baladas românticas. “Hoje já vejo um amadurecimento em mim, tanto no posicionamento, quanto na voz. Meu discurso é mais maduro do que era no primeiro disco, aos 19 anos”, revela a cantora.

Sobre ter sofrido com comparações no início da carreira, Lexa avalia que o mercado atualmente está mais favorável para as mulheres, não só no pop. “Acho ótimo. Não vejo como competição, vejo como uma forma do mercado se movimentar. Na época que comecei, só tinha Anitta, Ludmilla e Valesca. Hoje, mais meninas estão cantando, não só no pop, é só olhar o sertanejo. As mulheres estão se posicionando e se mostrando mais”.