NOTÍCIAS

Lollapalooza 2015 encerra com música eletrônica e um pouco de confusão

por em 30/03/2015
Mariana Saad Masotti Multidão, muvuca, empurra empurra, pisão no pé e um espaço que deveria ser de uma pessoa ocupado por várias. Foi assim que Calvin Harris entrou no palco Onix em uma das últimas apresentações do Lollapalooza em São Paulo. Apesar disso, a multidão estava eufórica e parecia não dar a mínima para o aperto, afinal, o DJ abriu o show com "Under Control", uma das mais esperadas da noite. "Blame" e "Outside", parceria com a inglesa Ellie Goulding, foram acompanhadas de milhares de vozes. Levantar as mãos era tarefa fácil, difícil era encontrar lugar para abaixá-las depois. Todo mundo já tinha entendido: o momento de tirar os pés do chão era aquele em que todos faziam o mesmo. Não havia problema. A empolgação era maior que qualquer perrengue. Calvin Harris fechou o show com "Summer", fazendo com que o ambiente fizesse jus ao nome da música. Para fechar a noite, outro gigante da música eletrônica, Steve Aoki, apresentou-se na tenda Perry. Alguns bons minutos antes do show já era impossível encontrar qualquer brecha na multidão. Gritos vinham das pessoas que estavam extremamente distantes, e que mesmo assim forçavam pulos para tentar ao menos ver um pedacinho do telão. Cerca de uma hora depois do início burburinhos começaram. A organização tinha fechado a entrada. Ninguém mais passava. Muita gente? Algum problema? Ninguém sabe ao certo. Os seguranças se recusavam a dar qualquer tipo de informação. Mesmo assim, o DJ agradou aos ouvidos de quem estava lá em busca de uma batida pesada e de bastante mixagem. "Wonderwall", sucesso de 1995 do Oasis, foi uma das que receberam os toques especiais de Aoki. O Lollapalooza 2015 se despediu da cidade de São Paulo com aquilo que o paulistano mais conhece: garoa (finalmente), multidão e movimento.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
3
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Lollapalooza 2015 encerra com música eletrônica e um pouco de confusão

por em 30/03/2015
Mariana Saad Masotti Multidão, muvuca, empurra empurra, pisão no pé e um espaço que deveria ser de uma pessoa ocupado por várias. Foi assim que Calvin Harris entrou no palco Onix em uma das últimas apresentações do Lollapalooza em São Paulo. Apesar disso, a multidão estava eufórica e parecia não dar a mínima para o aperto, afinal, o DJ abriu o show com "Under Control", uma das mais esperadas da noite. "Blame" e "Outside", parceria com a inglesa Ellie Goulding, foram acompanhadas de milhares de vozes. Levantar as mãos era tarefa fácil, difícil era encontrar lugar para abaixá-las depois. Todo mundo já tinha entendido: o momento de tirar os pés do chão era aquele em que todos faziam o mesmo. Não havia problema. A empolgação era maior que qualquer perrengue. Calvin Harris fechou o show com "Summer", fazendo com que o ambiente fizesse jus ao nome da música. Para fechar a noite, outro gigante da música eletrônica, Steve Aoki, apresentou-se na tenda Perry. Alguns bons minutos antes do show já era impossível encontrar qualquer brecha na multidão. Gritos vinham das pessoas que estavam extremamente distantes, e que mesmo assim forçavam pulos para tentar ao menos ver um pedacinho do telão. Cerca de uma hora depois do início burburinhos começaram. A organização tinha fechado a entrada. Ninguém mais passava. Muita gente? Algum problema? Ninguém sabe ao certo. Os seguranças se recusavam a dar qualquer tipo de informação. Mesmo assim, o DJ agradou aos ouvidos de quem estava lá em busca de uma batida pesada e de bastante mixagem. "Wonderwall", sucesso de 1995 do Oasis, foi uma das que receberam os toques especiais de Aoki. O Lollapalooza 2015 se despediu da cidade de São Paulo com aquilo que o paulistano mais conhece: garoa (finalmente), multidão e movimento.