NOTÍCIAS

Neil Young relembra carta de suicídio de Kurt Cobain: “Ser mencionado acabou comigo”

por em 28/09/2012
Imagem: Divulgação

Neil Young admitiu que se sentiu profundamente afetado pelo suicídio de Kurt Cobain. Em sua recém-lançada autobiografia, a lenda do rock revelou que gostaria de ter conversado com o líder do Nirvana para ajudá-lo.

“Coincidentemente estava tentando entrar em contato com ele [antes do suicídio], queria falar com ele, dizer para só tocar quando sentisse vontade”, contou o músico em um dos trechos do livro.

O veterano disse ainda que o fato de ter uma de suas letras citadas na carta de suicídio do vocalista o impactou muito. “Senti algo de muito profundo. Mexeu comigo”, desabafou.

Kurt Cobain se matou em 1994.  Em sua última carta, direcionada para fãs, amigos e familiares, o líder do Nirvana reproduziu a frase “É melhor queimar do que apagar aos poucos”, tirada da música “Hey Hey, My My (Into The Black)”, de Neil Young. 

No início deste ano, o músico canadense anunciou que havia parado de usar drogas para escrever seu livro de memórias. Batizada de Waging Heavy Peace, a autobiografia do roqueiro chegará ao mercado no dia 11 de outubro. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
3
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Regime Fechado
Simone & Simaria
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Neil Young relembra carta de suicídio de Kurt Cobain: “Ser mencionado acabou comigo”

por em 28/09/2012
Imagem: Divulgação

Neil Young admitiu que se sentiu profundamente afetado pelo suicídio de Kurt Cobain. Em sua recém-lançada autobiografia, a lenda do rock revelou que gostaria de ter conversado com o líder do Nirvana para ajudá-lo.

“Coincidentemente estava tentando entrar em contato com ele [antes do suicídio], queria falar com ele, dizer para só tocar quando sentisse vontade”, contou o músico em um dos trechos do livro.

O veterano disse ainda que o fato de ter uma de suas letras citadas na carta de suicídio do vocalista o impactou muito. “Senti algo de muito profundo. Mexeu comigo”, desabafou.

Kurt Cobain se matou em 1994.  Em sua última carta, direcionada para fãs, amigos e familiares, o líder do Nirvana reproduziu a frase “É melhor queimar do que apagar aos poucos”, tirada da música “Hey Hey, My My (Into The Black)”, de Neil Young. 

No início deste ano, o músico canadense anunciou que havia parado de usar drogas para escrever seu livro de memórias. Batizada de Waging Heavy Peace, a autobiografia do roqueiro chegará ao mercado no dia 11 de outubro.