NOTÍCIAS

Teatro Mágico lança clipe sobre manifestações de junho, Copa do Mundo e homofobia

por em 12/05/2014
O Teatro Mágico lançou na ultima quinta-feira (8) o clipe de “O Sol E A Peneira”, faixa de seu quarto álbum de estúdio, O Grão Do Corpo. O disco questiona - entre outras coisas - o significado de ser um individuo - ou um pequeno grão - em algo maior, como a sociedade. A letra “O Sol E A Peneira”, primeira música do disco a ter um clipe, composta por Fernando Anitelli,  é uma reflexão sobre as manifestações de junho de 2013, que sacudiram o país. Além da alusão a ida do povo brasileiro às ruas, fala sobre a questão do Brasil ser sede da  Copa do Mundo de 2014, as desocupações decorrentes do evento, as recentes ondas de violência homofóbica e a intolerância. “No ano passado, após as manifestações, fizeram uma pesquisa na USP sobre as músicas mais ouvidas pelos manifestantes, que impulsionavam a ida às ruas. Em primeiro lugar, Chico Buarque, e em segundo, O Teatro Mágico”, comenta Gustavo Anitelli, produtor executivo da banda. Assista:
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
3
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Teatro Mágico lança clipe sobre manifestações de junho, Copa do Mundo e homofobia

por em 12/05/2014
O Teatro Mágico lançou na ultima quinta-feira (8) o clipe de “O Sol E A Peneira”, faixa de seu quarto álbum de estúdio, O Grão Do Corpo. O disco questiona - entre outras coisas - o significado de ser um individuo - ou um pequeno grão - em algo maior, como a sociedade. A letra “O Sol E A Peneira”, primeira música do disco a ter um clipe, composta por Fernando Anitelli,  é uma reflexão sobre as manifestações de junho de 2013, que sacudiram o país. Além da alusão a ida do povo brasileiro às ruas, fala sobre a questão do Brasil ser sede da  Copa do Mundo de 2014, as desocupações decorrentes do evento, as recentes ondas de violência homofóbica e a intolerância. “No ano passado, após as manifestações, fizeram uma pesquisa na USP sobre as músicas mais ouvidas pelos manifestantes, que impulsionavam a ida às ruas. Em primeiro lugar, Chico Buarque, e em segundo, O Teatro Mágico”, comenta Gustavo Anitelli, produtor executivo da banda. Assista: