NOTÍCIAS

O ranking das carreiras solo dos membros do One Direction

Agora que cada integrante lançou suas próprias músicas, a Billboard analisa quem se saiu melhor

por Redação em 29/05/2017

Com o lançamento de “Strip That Down”, primeiro single solo de Liam Payne, em parceria com Quavo, os fãs de One Direction completaram a lista de singles solo da banda: todos os cinco membros do grupo se lançaram na carreira solo, oficialmente.

Além disso, “Strip That Down” completa o número de dez singles lançados, descontando a faixa promocional “Sweet Creature”, de Harry Styles. Zayn, obviamente, tem mais espaço, já que ele se lançou solo quase um ano antes de seus ex-companheiros de grupo.

Para honrar essa marca, a Billboard analisou e fez um ranking com os 10 singles lançados até agora pelos integrantes do One Direction:

10. Zayn feat. Kehlani, "Wrong"

A mais esquecida da lista – não fez muito barulho nos rankings nem dos Estados Unidos, nem do Reino Unido – mal foi promovida como single e faz sentido: o dueto com a promessa do R&B Kehlani fica submersa na forte produção da segunda metade do álbum e os dois talentosos vocalistas acabam não impressionando muito.

9. Louis Tomlinson e Steve Aoki, "Just Hold On"

Anima e tem uma boa letra, mas comparado com as direções mais marcantes que os integrantes do 1D seguiram – e alguns anos atrasada no movimento de EDM – não impressiona. Rapidamente sumiu do Hot 100, mas tem mais de 200 milhões de execuções no Spotify.

8. Liam Payne feat. Quavo, "Strip That Down"

 

Liam é um pouco óbvio demais no seu single solo, não chamando muita atenção para a estreia. Ele segue a linha de DJ Mustard e Tyga que seria impossível de ouvir nas radios há uns dois anos, mas hoje já parece um throwback de tanto que foi feito. Ainda assim, a música é divertida. É a faixa que mais lembra Justin Timberlake, o melhor exemplo de integrante que saiu de boyband e deu certo, de todas as outras lançadas pelos cinco membros do One Direction.

7. Zayn, "Like I Would"

Demora um pouco para esquentar, mas quando estoura no pop cheio de sintetizadores que poderia colocar Zayn na trilha do filme Drive, traz um dos melhores vocais do cantor até agora. Poderia ter sido melhor trabalhada para ser mais tocada nas rádios, mas é uma favorita mesmo assim.

6. Zayn & Taylor Swift, "I Don't Wanna Live Forever"

Segue a receita de 80% das grandes baladas de trilha sonora, mas falta algo – química? Mudança de tom? – para ser boa de verdade, boa no nível Céline Dion. A falta de ar que toma conta da faixa e o pré-refrão fazem valer a pena.

5. Niall Horan, "This Town"

Uma jogada corajosa para uma estreia, a balada animadinha, meio folk pop, com uma melodia fofa que vale pelo refrão. Pode ter seguido demais a cartilha Ed Sheeran de composições, mas o segundo single de Niall mostra que ele tem muito mais a oferecer.

4. Zayn feat. PARTYNEXTDOOR, "Still Got Time"

O azar desta faixa foi ter sido lançada uma semana depois de More Life, de Drake. Poderia competir para ser a música do verão, mas ficou parecendo forçado. Se você não a ouve desde que saiu, escutar agora será mais prazeroso.

3. Zayn, "Pillowtalk"

"Pillowtalk" fez um sucesso estrondoso – o single de estreia muito esperado foi o primeiro a ser lançado por um integrante do 1D – e chegou ao topo do Hot 100. Muito mais um paraíso do que uma zona de Guerra.

2. Niall Horan, "Slow Hands"

Menos emocionante que “Pillowtalk”, mas tão ardente quanto: “Slow Hands” com certeza é a faixa mais impressionante de um integrante do One Direction até agora, porque ninguém imaginou uma música com essa pegada suja e sexy vinda de um 1D.

1. Harry Styles, "Sign of the Times"

Uma agradável surpresa assim como “Slow Hands”, a estreia solo de Harry Styles superou todas as expectativas ao se mostrar algo atemporal. É uma poderosa balada que sintetiza o melhor da história do rock britânico em algo importante, sem clichés e com significado. Foi o primeiro single solo dos integrantes do One Direction a conseguir velocidade ao ponto de escapar da força gravitacional do grupo.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
3
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Regime Fechado
Simone & Simaria
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

O ranking das carreiras solo dos membros do One Direction

Agora que cada integrante lançou suas próprias músicas, a Billboard analisa quem se saiu melhor

por Redação em 29/05/2017

Com o lançamento de “Strip That Down”, primeiro single solo de Liam Payne, em parceria com Quavo, os fãs de One Direction completaram a lista de singles solo da banda: todos os cinco membros do grupo se lançaram na carreira solo, oficialmente.

Além disso, “Strip That Down” completa o número de dez singles lançados, descontando a faixa promocional “Sweet Creature”, de Harry Styles. Zayn, obviamente, tem mais espaço, já que ele se lançou solo quase um ano antes de seus ex-companheiros de grupo.

Para honrar essa marca, a Billboard analisou e fez um ranking com os 10 singles lançados até agora pelos integrantes do One Direction:

10. Zayn feat. Kehlani, "Wrong"

A mais esquecida da lista – não fez muito barulho nos rankings nem dos Estados Unidos, nem do Reino Unido – mal foi promovida como single e faz sentido: o dueto com a promessa do R&B Kehlani fica submersa na forte produção da segunda metade do álbum e os dois talentosos vocalistas acabam não impressionando muito.

9. Louis Tomlinson e Steve Aoki, "Just Hold On"

Anima e tem uma boa letra, mas comparado com as direções mais marcantes que os integrantes do 1D seguiram – e alguns anos atrasada no movimento de EDM – não impressiona. Rapidamente sumiu do Hot 100, mas tem mais de 200 milhões de execuções no Spotify.

8. Liam Payne feat. Quavo, "Strip That Down"

 

Liam é um pouco óbvio demais no seu single solo, não chamando muita atenção para a estreia. Ele segue a linha de DJ Mustard e Tyga que seria impossível de ouvir nas radios há uns dois anos, mas hoje já parece um throwback de tanto que foi feito. Ainda assim, a música é divertida. É a faixa que mais lembra Justin Timberlake, o melhor exemplo de integrante que saiu de boyband e deu certo, de todas as outras lançadas pelos cinco membros do One Direction.

7. Zayn, "Like I Would"

Demora um pouco para esquentar, mas quando estoura no pop cheio de sintetizadores que poderia colocar Zayn na trilha do filme Drive, traz um dos melhores vocais do cantor até agora. Poderia ter sido melhor trabalhada para ser mais tocada nas rádios, mas é uma favorita mesmo assim.

6. Zayn & Taylor Swift, "I Don't Wanna Live Forever"

Segue a receita de 80% das grandes baladas de trilha sonora, mas falta algo – química? Mudança de tom? – para ser boa de verdade, boa no nível Céline Dion. A falta de ar que toma conta da faixa e o pré-refrão fazem valer a pena.

5. Niall Horan, "This Town"

Uma jogada corajosa para uma estreia, a balada animadinha, meio folk pop, com uma melodia fofa que vale pelo refrão. Pode ter seguido demais a cartilha Ed Sheeran de composições, mas o segundo single de Niall mostra que ele tem muito mais a oferecer.

4. Zayn feat. PARTYNEXTDOOR, "Still Got Time"

O azar desta faixa foi ter sido lançada uma semana depois de More Life, de Drake. Poderia competir para ser a música do verão, mas ficou parecendo forçado. Se você não a ouve desde que saiu, escutar agora será mais prazeroso.

3. Zayn, "Pillowtalk"

"Pillowtalk" fez um sucesso estrondoso – o single de estreia muito esperado foi o primeiro a ser lançado por um integrante do 1D – e chegou ao topo do Hot 100. Muito mais um paraíso do que uma zona de Guerra.

2. Niall Horan, "Slow Hands"

Menos emocionante que “Pillowtalk”, mas tão ardente quanto: “Slow Hands” com certeza é a faixa mais impressionante de um integrante do One Direction até agora, porque ninguém imaginou uma música com essa pegada suja e sexy vinda de um 1D.

1. Harry Styles, "Sign of the Times"

Uma agradável surpresa assim como “Slow Hands”, a estreia solo de Harry Styles superou todas as expectativas ao se mostrar algo atemporal. É uma poderosa balada que sintetiza o melhor da história do rock britânico em algo importante, sem clichés e com significado. Foi o primeiro single solo dos integrantes do One Direction a conseguir velocidade ao ponto de escapar da força gravitacional do grupo.