NOTÍCIAS

“O U2 pode estar à beira da irrelevância”, diz Bono

por em 04/02/2014
Imagem: Divulgação

Parece que a vitória no Globo de Ouro, a indicação ao Oscar de Melhor Canção Original e o barulho que a recém-lançada “Invisible” fez durante o intervalo do Super Bowl não foram suficientes para livrar Bono de um certo ceticismo em relação ao futuro do U2. Em entrevista ao programa de rádio de Zane Lowe, o vocalista comentou ter dúvidas sobre a atual relevância da banda.

“Estávamos pensando por que alguém iria querer mais um disco do U2”, disse Bono. “Então falamos: ‘Bem, por que nós iríamos querer?’. Tínhamos alguns assuntos inacabados. Nos sentíamos no limite da irrelevância em nossas vidas. Você precisa fazer coisas relevantes para você, fazer um relato honesto do que está acontecendo contigo. Se isso for relevante para outras pessoas, ótimo. Mas não sabemos.

De acordo com Bono, esse sentimento de dúvida motivou o grupo a buscar influências que foram importantes no início da carreira, como Ramones e Kraftwerk, citados como as referências principais de “Invisible”, lançada no último domingo (2).  O líder do U2 descreve o novo single como “acessível” e afirma que ele irá nortear o nível de relevância do grupo. “Estou perfeitamente preparado para as pessoas nos expulsarem do palco. Mas não vamos facilitar”, brincou.

O novo disco da banda quebra um hiato de cinco anos e deverá ser lançado no segundo semestre de 2014. Durante a entrevista, Bono disse ainda que o álbum estará completamente finalizado em dois meses. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
3
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Regime Fechado
Simone & Simaria
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

“O U2 pode estar à beira da irrelevância”, diz Bono

por em 04/02/2014
Imagem: Divulgação

Parece que a vitória no Globo de Ouro, a indicação ao Oscar de Melhor Canção Original e o barulho que a recém-lançada “Invisible” fez durante o intervalo do Super Bowl não foram suficientes para livrar Bono de um certo ceticismo em relação ao futuro do U2. Em entrevista ao programa de rádio de Zane Lowe, o vocalista comentou ter dúvidas sobre a atual relevância da banda.

“Estávamos pensando por que alguém iria querer mais um disco do U2”, disse Bono. “Então falamos: ‘Bem, por que nós iríamos querer?’. Tínhamos alguns assuntos inacabados. Nos sentíamos no limite da irrelevância em nossas vidas. Você precisa fazer coisas relevantes para você, fazer um relato honesto do que está acontecendo contigo. Se isso for relevante para outras pessoas, ótimo. Mas não sabemos.

De acordo com Bono, esse sentimento de dúvida motivou o grupo a buscar influências que foram importantes no início da carreira, como Ramones e Kraftwerk, citados como as referências principais de “Invisible”, lançada no último domingo (2).  O líder do U2 descreve o novo single como “acessível” e afirma que ele irá nortear o nível de relevância do grupo. “Estou perfeitamente preparado para as pessoas nos expulsarem do palco. Mas não vamos facilitar”, brincou.

O novo disco da banda quebra um hiato de cinco anos e deverá ser lançado no segundo semestre de 2014. Durante a entrevista, Bono disse ainda que o álbum estará completamente finalizado em dois meses.