NOTÍCIAS

Os jogadores de futebol que já se aventuraram na música

Listamos atletas cantores, cantores atletas e afins

por Redação em 14/09/2016

Na manhã desta quarta-feira (14/09), Neymar Jr. postou em seu Facebook um vídeo seu ao piano, cantando a música, intitulada por ele, “Yo Necesito”. A história começou no fim de semana anterior, quando o próprio jogador anunciou em seu Twitter que se lançaria numa carreira musical.

A piada viralizou rapidamente pelas redes sociais, mas muito antes da velocidade da internet, outros jogadores já se aventuraram na música. Veja alguns exemplos na galeria a seguir:

O jogador Daniel Alves adora compartilhar vídeos seus cantando os maiores hits do momento. Depois de tanta exposição online, ele foi convidado pelo sertanejo Thiago Matheus para uma parceria na faixa “Eu Não Quero Casar”. Além de atuar no clipe, Alves também ajudou na composição da música e afirmou que pretende seguir carreira musical. Será que vai dar certo?

Divulgação

Pelé: O maior jogador de todos os tempos entrou para a história mundial, mas apesar do talento dentro de campo, ele adora cantar! Sua primeira aventura foi em 1969, ao lado de ninguém menos que Elis Regina, no compacto Tabelinha. Com certeza, a faixa mais conhecida do seu repertório é “ABC”. Nesse ano, o jogador lançou “Esperança”, música inspirada na Olimpíada Rio-2016.

 

Divulgação

Romário e Edmundo: Os craques marrentos não formaram apenas uma dupla nos campos, mas também fora deles. Em 1995, eles lançaram o “Rap Dos Bad Boys” quando fecharam com o Flamengo, falando sobre seus feitos como grandes jogadores. A dupla não deu muito certo e rolou até um desentendimento.

Reprodução

Junior: “Voa, Canarinho, Voa…”. Conhece? O ídolo do Flamengo é o responsável por esse samba. Lançado antes da copa de 1982, “Povo Feliz” fala sobre a seleção brasileira prestes a jogar na Espanha e continua sendo lembrada até hoje.

 

Divulgação

Zico: E Junior não foi o único ídolo rubro-negro a se aventurar pela música. Zico se juntou com o cantor Fagner para lançar o compacto Batuquê De Praia, também em 1982, no maior clima de carnaval.

 

Reprodução

Ronaldinho Gaúcho: Muito chegado às festas, o jogador foi acumulando parceiros de farra que acabaram gerando vários duetos musicais. Lançou “Vamos Beber”, com Dennis DJ e a dupla sertaneja João Lucas & Marcelo, “Solteiro De Novo”, com Wesley Safadão e, recentemente, “Eu Sou Do Mundo, Um Vencedor”, música para a Paralimpíada Rio-16 ao lado de Jhama e Pablo Luiz.

 

Divulgação

Marcelinho Carioca e Amaral: Em 1999, no auge do pagode no Brasil, Marcelinho resolveu criar o seu próprio grupo, o Divina Inspiração, que cantava músicas gospel. O craque Amaral, do Corinthians, também fazia parte da formação. Apenas um disco foi lançado, sendo um sucesso de vendas.

 

Reprodução

Diogo Nogueira, Wesley Safadão e Jorge Ben Jor: Além da música, os três têm outra característica em comum: começaram suas carreiras como jogadores de futebol. Diogo jogou pelas categorias de base do Vasco e do Flamengo e enquanto tentava se profissionalizar pelo Cruzeiro de Porto Alegre em 2005 sofreu uma lesão no joelho que o impediu de seguir carreira e ele se jogou na música. Safadão jogou até seus 13 anos na escolinha do Ceará, quando decidiu investir na carreira musical. Já Ben Jor atuava como volante do infanto-juvenil do Flamengo, mas também optou pela música e deixou seu amor pela bola transparecer em suas canções. 

 

Divulgação

Ronaldo Giovanelli: Goleiro do Corinthians e roqueiro, Ronaldo lançou um disco nos anos 1990 com o nome de Ronaldo & Os Impedidos. No repertório tinha Raul Seixas, Creedence Clearwater Revival e Pepeu Gomes, além de algumas autorais.

 

Reprodução

Sócrates: Em 1980, o jogador e médico Sócrates lançou Casa de Caboclo, um disco sertanejo.

 

Reprodução

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Os jogadores de futebol que já se aventuraram na música

Listamos atletas cantores, cantores atletas e afins

por Redação em 14/09/2016

Na manhã desta quarta-feira (14/09), Neymar Jr. postou em seu Facebook um vídeo seu ao piano, cantando a música, intitulada por ele, “Yo Necesito”. A história começou no fim de semana anterior, quando o próprio jogador anunciou em seu Twitter que se lançaria numa carreira musical.

A piada viralizou rapidamente pelas redes sociais, mas muito antes da velocidade da internet, outros jogadores já se aventuraram na música. Veja alguns exemplos na galeria a seguir:

O jogador Daniel Alves adora compartilhar vídeos seus cantando os maiores hits do momento. Depois de tanta exposição online, ele foi convidado pelo sertanejo Thiago Matheus para uma parceria na faixa “Eu Não Quero Casar”. Além de atuar no clipe, Alves também ajudou na composição da música e afirmou que pretende seguir carreira musical. Será que vai dar certo?

Divulgação

Pelé: O maior jogador de todos os tempos entrou para a história mundial, mas apesar do talento dentro de campo, ele adora cantar! Sua primeira aventura foi em 1969, ao lado de ninguém menos que Elis Regina, no compacto Tabelinha. Com certeza, a faixa mais conhecida do seu repertório é “ABC”. Nesse ano, o jogador lançou “Esperança”, música inspirada na Olimpíada Rio-2016.

 

Divulgação

Romário e Edmundo: Os craques marrentos não formaram apenas uma dupla nos campos, mas também fora deles. Em 1995, eles lançaram o “Rap Dos Bad Boys” quando fecharam com o Flamengo, falando sobre seus feitos como grandes jogadores. A dupla não deu muito certo e rolou até um desentendimento.

Reprodução

Junior: “Voa, Canarinho, Voa…”. Conhece? O ídolo do Flamengo é o responsável por esse samba. Lançado antes da copa de 1982, “Povo Feliz” fala sobre a seleção brasileira prestes a jogar na Espanha e continua sendo lembrada até hoje.

 

Divulgação

Zico: E Junior não foi o único ídolo rubro-negro a se aventurar pela música. Zico se juntou com o cantor Fagner para lançar o compacto Batuquê De Praia, também em 1982, no maior clima de carnaval.

 

Reprodução

Ronaldinho Gaúcho: Muito chegado às festas, o jogador foi acumulando parceiros de farra que acabaram gerando vários duetos musicais. Lançou “Vamos Beber”, com Dennis DJ e a dupla sertaneja João Lucas & Marcelo, “Solteiro De Novo”, com Wesley Safadão e, recentemente, “Eu Sou Do Mundo, Um Vencedor”, música para a Paralimpíada Rio-16 ao lado de Jhama e Pablo Luiz.

 

Divulgação

Marcelinho Carioca e Amaral: Em 1999, no auge do pagode no Brasil, Marcelinho resolveu criar o seu próprio grupo, o Divina Inspiração, que cantava músicas gospel. O craque Amaral, do Corinthians, também fazia parte da formação. Apenas um disco foi lançado, sendo um sucesso de vendas.

 

Reprodução

Diogo Nogueira, Wesley Safadão e Jorge Ben Jor: Além da música, os três têm outra característica em comum: começaram suas carreiras como jogadores de futebol. Diogo jogou pelas categorias de base do Vasco e do Flamengo e enquanto tentava se profissionalizar pelo Cruzeiro de Porto Alegre em 2005 sofreu uma lesão no joelho que o impediu de seguir carreira e ele se jogou na música. Safadão jogou até seus 13 anos na escolinha do Ceará, quando decidiu investir na carreira musical. Já Ben Jor atuava como volante do infanto-juvenil do Flamengo, mas também optou pela música e deixou seu amor pela bola transparecer em suas canções. 

 

Divulgação

Ronaldo Giovanelli: Goleiro do Corinthians e roqueiro, Ronaldo lançou um disco nos anos 1990 com o nome de Ronaldo & Os Impedidos. No repertório tinha Raul Seixas, Creedence Clearwater Revival e Pepeu Gomes, além de algumas autorais.

 

Reprodução

Sócrates: Em 1980, o jogador e médico Sócrates lançou Casa de Caboclo, um disco sertanejo.

 

Reprodução