NOTÍCIAS

Para Paula Fernandes, amanhecer é amadurecer

por em 20/10/2015
Por Rodrigo Amaral da Rocha Na camiseta está escrito “good vibes only”. No discurso, um tom de amadurecimento e serenidade. O tempo é de mudanças para Paula Fernandes. Aos 31 anos, a cantora está lançando Amanhecer, com 12 músicas inéditas autorais. O desafio nesse momento é de renovação para uma das artistas mais bem sucedidas do showbizz nacional. "É um disco que mostra como essa compositora é versátil e livre dos rótulos. Porque, embora minha raiz seja sertaneja, eu me sinto uma cantora de música universal. Esse disco é o que traz mais frescor na minha vida, a Paula Fernandes e a Paula Fernandes de Souza estão bem somadas nesse disco", conta a compositora que mais arrecadou com direitos autorais em 2014, segundo o ECAD. O disco traz o costumeiro romantismo da compositora, mas mostra a universalização da artista na pegada mais pop de “Pronta Pra Você” e “Depende Da Gente”, no arrasta pé “Piração” ou nas lembranças do sertanejo de raiz em “Menino Bonito”, na parceria com Almir Sater em “Pedaço De Chão” e na ecológica “Água No Bico”. https://www.youtube.com/watch?v=RJPBP_uP58c “Essa mudança é tão natural para mim. Fico feliz que, como compositora, eu não tenho limites. Lógico, minha raiz é sertaneja, mas se um dia for pra nascer um samba, vai sair um samba. Eu nasci desse lugar, mas poderia ter nascido na bossa nova”, conta ela. “É meu espírito que pede isso. Eu componho com a minha razão, com minha emoção. Esse processo de uma música mais universal vem dentro de mim. Eu nunca me rotulei e acho que rotular é limitar uma música, independente do gênero”. A maioria das músicas carrega temas autobiográficos. A inspiração vem do amor, de sua própria existência e, indiretamente, de um período difícil da artista. "Não tenho vergonha de falar sobre a minha depressão porque acredito que tenha sido o melhor momento da minha vida, embora tenha sido o pior. Eu comecei a construir essa Paula Fernandes que sou hoje no momento que descobri que estava deprimida, doente”, revela. Amanhecer já está disponível nas lojas físicas e nas principais plataformas digitais.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
3
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
4
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Para Paula Fernandes, amanhecer é amadurecer

por em 20/10/2015
Por Rodrigo Amaral da Rocha Na camiseta está escrito “good vibes only”. No discurso, um tom de amadurecimento e serenidade. O tempo é de mudanças para Paula Fernandes. Aos 31 anos, a cantora está lançando Amanhecer, com 12 músicas inéditas autorais. O desafio nesse momento é de renovação para uma das artistas mais bem sucedidas do showbizz nacional. "É um disco que mostra como essa compositora é versátil e livre dos rótulos. Porque, embora minha raiz seja sertaneja, eu me sinto uma cantora de música universal. Esse disco é o que traz mais frescor na minha vida, a Paula Fernandes e a Paula Fernandes de Souza estão bem somadas nesse disco", conta a compositora que mais arrecadou com direitos autorais em 2014, segundo o ECAD. O disco traz o costumeiro romantismo da compositora, mas mostra a universalização da artista na pegada mais pop de “Pronta Pra Você” e “Depende Da Gente”, no arrasta pé “Piração” ou nas lembranças do sertanejo de raiz em “Menino Bonito”, na parceria com Almir Sater em “Pedaço De Chão” e na ecológica “Água No Bico”. https://www.youtube.com/watch?v=RJPBP_uP58c “Essa mudança é tão natural para mim. Fico feliz que, como compositora, eu não tenho limites. Lógico, minha raiz é sertaneja, mas se um dia for pra nascer um samba, vai sair um samba. Eu nasci desse lugar, mas poderia ter nascido na bossa nova”, conta ela. “É meu espírito que pede isso. Eu componho com a minha razão, com minha emoção. Esse processo de uma música mais universal vem dentro de mim. Eu nunca me rotulei e acho que rotular é limitar uma música, independente do gênero”. A maioria das músicas carrega temas autobiográficos. A inspiração vem do amor, de sua própria existência e, indiretamente, de um período difícil da artista. "Não tenho vergonha de falar sobre a minha depressão porque acredito que tenha sido o melhor momento da minha vida, embora tenha sido o pior. Eu comecei a construir essa Paula Fernandes que sou hoje no momento que descobri que estava deprimida, doente”, revela. Amanhecer já está disponível nas lojas físicas e nas principais plataformas digitais.