NOTÍCIAS

Psy: Cinco músicas do rapper coreano que você precisa conhecer

por em 14/10/2012
Imagem: Divulgação

Diferentemente do que se pode imaginar, o hit que projetou Psy no mundo todo e colocou o nome do rapper sul-coreano nas páginas do Guinness Book é apenas mais uma entre várias músicas de sucesso produzidas pelo ídolo do K-Pop.

Em mais de dez anos de carreira, o artista colocou no mercado uma vasta quantidade de delícias sonoras do gênero “Gangnam Style”. Pensando nisso, a Billboard selecionou cinco hits do coreano que valem o clique. Confira:

“Bird” – 2001

Primeiro single do rapper, a música, de 2001, estabeleceu o artista como um verdadeiro rei do entretenimento coreano. Com um começo minimalista, a faixa evolui com com trombetas e riffs pesados de guitarra.

“Champion”- 2002

O single mostra uma nova faceta do rapper, utilizando uma batida funky e sintetizadores, anos antes da explosão dance music eletrônica.  Curiosamente, a canção tornou-se um dos hinos da Copa do Mundo, que aconteceu na Coréia do Sul e no Japão no mesmo ano em que a música foi lançada, em 2002.

“Right Now”- 2010

A faixa marcou o retorno de Psy, após um hiato musical forçado por uma dívida com o exército militar coreano.  O single fez um enorme sucesso nas paradas do país e permitiu que o rapper voltasse aos palcos com o pé direito.

“It's Art” – 2011

Qualquer semelhança de “It’s Art” com “When Love Takes Over”, parceria entre David Guetta e Kelly Rowland, é merca coincidência. Não por acaso, o rapper escolheu fazer um clipe que comprovasse o quão únicas podem ser suas apresentações ao vivo.

“Korea”- 2012

Embora o trabalho PSY sempre incorpore tendências ocidentais, a música que ele elaborou para as Olimpíadas de 2012 conseguiu ser aceita por 50 milhões de sul-coreanos. "Korea" acaba com sintetizadores modernos e incorpora instrumentos tradicionais coreanos para dar uma sensação de autenticidade.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Psy: Cinco músicas do rapper coreano que você precisa conhecer

por em 14/10/2012
Imagem: Divulgação

Diferentemente do que se pode imaginar, o hit que projetou Psy no mundo todo e colocou o nome do rapper sul-coreano nas páginas do Guinness Book é apenas mais uma entre várias músicas de sucesso produzidas pelo ídolo do K-Pop.

Em mais de dez anos de carreira, o artista colocou no mercado uma vasta quantidade de delícias sonoras do gênero “Gangnam Style”. Pensando nisso, a Billboard selecionou cinco hits do coreano que valem o clique. Confira:

“Bird” – 2001

Primeiro single do rapper, a música, de 2001, estabeleceu o artista como um verdadeiro rei do entretenimento coreano. Com um começo minimalista, a faixa evolui com com trombetas e riffs pesados de guitarra.

“Champion”- 2002

O single mostra uma nova faceta do rapper, utilizando uma batida funky e sintetizadores, anos antes da explosão dance music eletrônica.  Curiosamente, a canção tornou-se um dos hinos da Copa do Mundo, que aconteceu na Coréia do Sul e no Japão no mesmo ano em que a música foi lançada, em 2002.

“Right Now”- 2010

A faixa marcou o retorno de Psy, após um hiato musical forçado por uma dívida com o exército militar coreano.  O single fez um enorme sucesso nas paradas do país e permitiu que o rapper voltasse aos palcos com o pé direito.

“It's Art” – 2011

Qualquer semelhança de “It’s Art” com “When Love Takes Over”, parceria entre David Guetta e Kelly Rowland, é merca coincidência. Não por acaso, o rapper escolheu fazer um clipe que comprovasse o quão únicas podem ser suas apresentações ao vivo.

“Korea”- 2012

Embora o trabalho PSY sempre incorpore tendências ocidentais, a música que ele elaborou para as Olimpíadas de 2012 conseguiu ser aceita por 50 milhões de sul-coreanos. "Korea" acaba com sintetizadores modernos e incorpora instrumentos tradicionais coreanos para dar uma sensação de autenticidade.