NOTÍCIAS

Recordes: os principais momentos do ranking americano

por em 17/05/2014
Os dias estão ficando mais longos, o verão americano se aproxima com os seus hits, artistas tentam, dia após dia, colocar suas mãos em recordes. Para celebrar uma época de grande impacto nos rankings americanos, vamos dar uma olhada em fatos que marcaram a história das paradas musicais. Maior permanência em 1º lugar na parada de singles: Lançada em 1995, a duradoura colaboração entre Mariah Carey e Boyz II Man na canção “One Sweet Day” passou 16 semanas no topo da parada americana. Maior permanência em 1º lugar na parada de álbuns: A trilha sonora para o musical da Broadway West Side Story, lançado em 1961, detém o recorde de ter ficado por mais tempo no topo do Billboard 200. O disco governou por mais de um ano: exatamente 54 semanas. Maior permanência na parada de singles: Com nada menos do que 87 semanas no ranking americano, o single “Radioactive”, do Imagine Dragons, detém o recorde de mais semanas no Hot 100. Maior permanência na parada de álbuns: O aclamado Dark Side Of The Moon, lançado em 1973 pelo Pink Floyd, passou incríveis 861 semanas no Billboard 200. Isso é mais do que 16 anos (não consecutivos). A música que demorou mais tempo para chegar ao topo: O clássico dance “Macarena”, do Bayside Boys, passou exaustivas 33 semanas no Hot 100 antes de chegar ao topo da parada. Álbum que demorou mais tempo para chegar ao topo: Ela provavelmente não sabia o tamanho do sucesso que o seu disco, lançado em 1988, faria quando o lançou. Mas Paula Abdul viu Forever Your Girl lutar 64 semanas – um ano e três meses – para chegar ao topo do Billboard 200. Mais tempo entre dois títulos que chegaram ao 1º lugar de um mesmo artista: Demorou 24 anos, 11 meses e três semanas para que Cher conseguisse outro N º 1 depois de “Dark Lady” (23 de março de 1974). A sucessora do pódio foi “Believe”, em março de 1999. O reinado mais extenso de uma mulher no Billboard 200: No ano passado, o disco 21, de Adele, registrou sua 24ª e última semana no topo da parada de álbuns, dando à cantora o título de mulher que mais tempo permaneceu no 1º lugar com um mesmo álbum. O trabalho ultrapassou as 20 semanas da trilha sonora de Bodyguard (O Guarda Costas), de Whitney Houston. O reinado mais extenso de um homem no Billboard 200: Não é surpresa que Thriller detenha este recorde. O álbum ficou 37 semanas no topo da parada. O disco ainda colocou sete faixas no Top 10 do Hot 100 e é certificado 29x platina pela RIAA. O reinado mais extenso de uma trilha sonora no Billboard 200: Este recorde acaba de ser batido. A trilha do filme Frozen: Uma Aventura Congelante tornou-se o disco a ficar mais tempo em 1º lugar, com 13 semanas no total, passando o companheiro de Disney O Rei Leão, que passou dez semanas no topo.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Recordes: os principais momentos do ranking americano

por em 17/05/2014
Os dias estão ficando mais longos, o verão americano se aproxima com os seus hits, artistas tentam, dia após dia, colocar suas mãos em recordes. Para celebrar uma época de grande impacto nos rankings americanos, vamos dar uma olhada em fatos que marcaram a história das paradas musicais. Maior permanência em 1º lugar na parada de singles: Lançada em 1995, a duradoura colaboração entre Mariah Carey e Boyz II Man na canção “One Sweet Day” passou 16 semanas no topo da parada americana. Maior permanência em 1º lugar na parada de álbuns: A trilha sonora para o musical da Broadway West Side Story, lançado em 1961, detém o recorde de ter ficado por mais tempo no topo do Billboard 200. O disco governou por mais de um ano: exatamente 54 semanas. Maior permanência na parada de singles: Com nada menos do que 87 semanas no ranking americano, o single “Radioactive”, do Imagine Dragons, detém o recorde de mais semanas no Hot 100. Maior permanência na parada de álbuns: O aclamado Dark Side Of The Moon, lançado em 1973 pelo Pink Floyd, passou incríveis 861 semanas no Billboard 200. Isso é mais do que 16 anos (não consecutivos). A música que demorou mais tempo para chegar ao topo: O clássico dance “Macarena”, do Bayside Boys, passou exaustivas 33 semanas no Hot 100 antes de chegar ao topo da parada. Álbum que demorou mais tempo para chegar ao topo: Ela provavelmente não sabia o tamanho do sucesso que o seu disco, lançado em 1988, faria quando o lançou. Mas Paula Abdul viu Forever Your Girl lutar 64 semanas – um ano e três meses – para chegar ao topo do Billboard 200. Mais tempo entre dois títulos que chegaram ao 1º lugar de um mesmo artista: Demorou 24 anos, 11 meses e três semanas para que Cher conseguisse outro N º 1 depois de “Dark Lady” (23 de março de 1974). A sucessora do pódio foi “Believe”, em março de 1999. O reinado mais extenso de uma mulher no Billboard 200: No ano passado, o disco 21, de Adele, registrou sua 24ª e última semana no topo da parada de álbuns, dando à cantora o título de mulher que mais tempo permaneceu no 1º lugar com um mesmo álbum. O trabalho ultrapassou as 20 semanas da trilha sonora de Bodyguard (O Guarda Costas), de Whitney Houston. O reinado mais extenso de um homem no Billboard 200: Não é surpresa que Thriller detenha este recorde. O álbum ficou 37 semanas no topo da parada. O disco ainda colocou sete faixas no Top 10 do Hot 100 e é certificado 29x platina pela RIAA. O reinado mais extenso de uma trilha sonora no Billboard 200: Este recorde acaba de ser batido. A trilha do filme Frozen: Uma Aventura Congelante tornou-se o disco a ficar mais tempo em 1º lugar, com 13 semanas no total, passando o companheiro de Disney O Rei Leão, que passou dez semanas no topo.