NOTÍCIAS

Sam Smith diz que odeia uma música do seu álbum de estreia

por em 03/03/2016

Se você achou Sam Smith foi profundamente sincero no seu primeiro álbum, aguarde o seu segundo. "É ótimo. Coisas realmente profundas estão saindo. Isso é tudo que eu vou dizer", disse o britânico em uma entrevista recente.

SAM SMITH E DOC SOBRE AMY LEVAM O OSCAR

Ele não disse quando o sucessor de In The Lonely Hour, de 2014, será lançado, mas disse que está se forçando a explorar um novo território.

"Todo dia eu tenho pequenas epifanias e mudanças e estou amando isso. Mas tudo o que posso dizer é que eu estou colocando meu coração ainda mais para fora na linha", disse. "Eu estou indo ainda mais profundamente. Eu não posso acreditar que estou mesmo fazendo isso, mas eu estou indo ainda mais profundamente."

SAM SMITH FALA SOBRE PLANOS PÓS-OSCAR

In The Lonely Hour contou com canções pop emotivas sobre amor e amor não correspondido, incluindo títulos de músicas como "Leave Your Lover" e "I'm Not The Only One". O disco alcançou vários status de platina nos Estados Unidos e ganhou quatro Grammy, incluindo Canção e Gravação do Ano por "Stay With Me".

Ao refletir sobre esse álbum, Smith diz que ele tem sentimentos mistos sobre o seu projeto de estreia. "Há algumas músicas que eu realmente odeio, mas, em seguida, o núcleo do álbum, canções como "Stay With Me", "I’m Not The Only One’ – na verdade, todas as músicas, exceto 'Money On My Mind' – eu realmente amo e eu estou orgulhoso do som delas, porque eu as ouço ainda agora e ainda as amo", disse. "A música na qual estou trabalhando no momento é uma transição bonita disso e ela se encaixa".

SAM SMITH ANUNCIA QUE DARÁ UM TEMPO NO TWITTER

Smith co-escreveu seu primeiro álbum e também ganhou um Oscar por co-escrever "Writing’s On The Wall", do filme 007 Contra Spectre. Ele diz que há "alguns momentos" em seu primeiro álbum "onde eu penso comigo mesmo: 'Eu teria mudado isso. Eu teria feito isso de forma diferente".

O músico acrescentou que quando começou a crescer no Reino Unido com a colaboração com Disclosure, "Latch" – originalmente lançada no final de 2012 – houve alguma confusão sobre qual direção musical ele deveria tomar.

SAM SMITH SOBRE O OSCAR: “FOI O PIOR MOMENTO DA MINHA VIDA”

"Assim que ‘Latch’ fez sucesso no Reino Unido, eu e a minha gravadora tivemos um pouco de pânico. Nós ficamos tipo, 'Talvez nós devíamos estar fazendo dance? E é isso que eu ouço no (meu primeiro) álbum – há duas ou três músicas nas quais eu consigo ouvir a pequena oscilação, mas o resto do álbum é o que me propus a fazer desde o começo", disse ele.

"Mas eu ainda amo o meu álbum, só estou amando o meu novo muito mais", concluiu.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Sam Smith diz que odeia uma música do seu álbum de estreia

por em 03/03/2016

Se você achou Sam Smith foi profundamente sincero no seu primeiro álbum, aguarde o seu segundo. "É ótimo. Coisas realmente profundas estão saindo. Isso é tudo que eu vou dizer", disse o britânico em uma entrevista recente.

SAM SMITH E DOC SOBRE AMY LEVAM O OSCAR

Ele não disse quando o sucessor de In The Lonely Hour, de 2014, será lançado, mas disse que está se forçando a explorar um novo território.

"Todo dia eu tenho pequenas epifanias e mudanças e estou amando isso. Mas tudo o que posso dizer é que eu estou colocando meu coração ainda mais para fora na linha", disse. "Eu estou indo ainda mais profundamente. Eu não posso acreditar que estou mesmo fazendo isso, mas eu estou indo ainda mais profundamente."

SAM SMITH FALA SOBRE PLANOS PÓS-OSCAR

In The Lonely Hour contou com canções pop emotivas sobre amor e amor não correspondido, incluindo títulos de músicas como "Leave Your Lover" e "I'm Not The Only One". O disco alcançou vários status de platina nos Estados Unidos e ganhou quatro Grammy, incluindo Canção e Gravação do Ano por "Stay With Me".

Ao refletir sobre esse álbum, Smith diz que ele tem sentimentos mistos sobre o seu projeto de estreia. "Há algumas músicas que eu realmente odeio, mas, em seguida, o núcleo do álbum, canções como "Stay With Me", "I’m Not The Only One’ – na verdade, todas as músicas, exceto 'Money On My Mind' – eu realmente amo e eu estou orgulhoso do som delas, porque eu as ouço ainda agora e ainda as amo", disse. "A música na qual estou trabalhando no momento é uma transição bonita disso e ela se encaixa".

SAM SMITH ANUNCIA QUE DARÁ UM TEMPO NO TWITTER

Smith co-escreveu seu primeiro álbum e também ganhou um Oscar por co-escrever "Writing’s On The Wall", do filme 007 Contra Spectre. Ele diz que há "alguns momentos" em seu primeiro álbum "onde eu penso comigo mesmo: 'Eu teria mudado isso. Eu teria feito isso de forma diferente".

O músico acrescentou que quando começou a crescer no Reino Unido com a colaboração com Disclosure, "Latch" – originalmente lançada no final de 2012 – houve alguma confusão sobre qual direção musical ele deveria tomar.

SAM SMITH SOBRE O OSCAR: “FOI O PIOR MOMENTO DA MINHA VIDA”

"Assim que ‘Latch’ fez sucesso no Reino Unido, eu e a minha gravadora tivemos um pouco de pânico. Nós ficamos tipo, 'Talvez nós devíamos estar fazendo dance? E é isso que eu ouço no (meu primeiro) álbum – há duas ou três músicas nas quais eu consigo ouvir a pequena oscilação, mas o resto do álbum é o que me propus a fazer desde o começo", disse ele.

"Mas eu ainda amo o meu álbum, só estou amando o meu novo muito mais", concluiu.