NOTÍCIAS

Sergio Mendes está trabalhando em documentário e novo álbum

Filme será gravado no Rio de Janeiro com histórias sobre a vida do músico

por Redação em 03/04/2017

Um documentário sobre a história de Sergio Mendes e um novo álbum estão nos planos do artista para 2018. O disco contará com novas músicas co-escritas com jovens compositores além de novas versões das clássicas músicas do maestro. Algumas das faixas serão co-produzidas por will.i.am.

John Scheinfeld, que trabalhou em documentários sobre John Lennon, Harry Nilsson e John Coltrane, está dirigindo o filme. “Sou atraído por histórias de artistas que seguem seus próprios caminhos”, contou em entrevista à Billboard. “Aqueles que alcançam o sucesso do seu jeito. Sergio fez isso e muito mais… Por mais de 50 anos ele tem inspirado pessoas com sua música cheia de alegria, calor e diversão”.

sergiomendes

Mendes ficou conhecido mundialmente por causa do hit “Mas Que Nada”. Com sua banda Brasil ’66, ele gravou versões em bossa nova e samba de músicas pop em inglês. 40 anos depois, ele apresentou “Mas Que Nada” (escrita e gravada originalmente por Jorge Ben Jor) para uma nova geração quando ele gravou a faixa com o Black Eyed Peas.

“É claro que minha jornada musical é relacionada a um período muito importante da música brasileira”, disse o artista de 76 anos em e-mails trocados com a Billboard. Nesta segunda-feira (03/04), ele está ensaiando com músicos para uma das sequências musicais do documentário, que será gravado no Brasil. “Quando comecei minha vida como músico, era o início da bossa nova, que foi o som que seduziu e encantou o mundo, tornando a música brasileira famosa internacionalmente. A beleza de tudo isso é que hoje trabalho com uma nova geração de brilhantes músicos como will.i.a.m., John Legend, India Arie, Jill Scott, Justin Timberlake e eles continuam seduzidos pelas belas melodias e ritmos da bossa nova, que permanecerá mágica e relevante!”.

Mendes, ganhador de três prêmios Grammy, já gravou mais de 35 álbuns. Morador de Los Angeles, Estados Unidos, há um bom tempo, ele conta que o documentário revelará facetas escondidas de sua vida e carreira, levando-o de volta à sua cidade natal, Niterói, permitindo-o revisitar sua infância e adolescência.

“Eu costumava jogar futebol na praia, nadar no mar. Depois, quando cresci, eu pegava a balsa para ir ao Rio trabalhar com minhas primeiras bandas, no começo dos anos 1960... vamos visitar muitos lugares que eu frequentava quando era novo, o que trará algumas surpresas aos meus fãs”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Sergio Mendes está trabalhando em documentário e novo álbum

Filme será gravado no Rio de Janeiro com histórias sobre a vida do músico

por Redação em 03/04/2017

Um documentário sobre a história de Sergio Mendes e um novo álbum estão nos planos do artista para 2018. O disco contará com novas músicas co-escritas com jovens compositores além de novas versões das clássicas músicas do maestro. Algumas das faixas serão co-produzidas por will.i.am.

John Scheinfeld, que trabalhou em documentários sobre John Lennon, Harry Nilsson e John Coltrane, está dirigindo o filme. “Sou atraído por histórias de artistas que seguem seus próprios caminhos”, contou em entrevista à Billboard. “Aqueles que alcançam o sucesso do seu jeito. Sergio fez isso e muito mais… Por mais de 50 anos ele tem inspirado pessoas com sua música cheia de alegria, calor e diversão”.

sergiomendes

Mendes ficou conhecido mundialmente por causa do hit “Mas Que Nada”. Com sua banda Brasil ’66, ele gravou versões em bossa nova e samba de músicas pop em inglês. 40 anos depois, ele apresentou “Mas Que Nada” (escrita e gravada originalmente por Jorge Ben Jor) para uma nova geração quando ele gravou a faixa com o Black Eyed Peas.

“É claro que minha jornada musical é relacionada a um período muito importante da música brasileira”, disse o artista de 76 anos em e-mails trocados com a Billboard. Nesta segunda-feira (03/04), ele está ensaiando com músicos para uma das sequências musicais do documentário, que será gravado no Brasil. “Quando comecei minha vida como músico, era o início da bossa nova, que foi o som que seduziu e encantou o mundo, tornando a música brasileira famosa internacionalmente. A beleza de tudo isso é que hoje trabalho com uma nova geração de brilhantes músicos como will.i.a.m., John Legend, India Arie, Jill Scott, Justin Timberlake e eles continuam seduzidos pelas belas melodias e ritmos da bossa nova, que permanecerá mágica e relevante!”.

Mendes, ganhador de três prêmios Grammy, já gravou mais de 35 álbuns. Morador de Los Angeles, Estados Unidos, há um bom tempo, ele conta que o documentário revelará facetas escondidas de sua vida e carreira, levando-o de volta à sua cidade natal, Niterói, permitindo-o revisitar sua infância e adolescência.

“Eu costumava jogar futebol na praia, nadar no mar. Depois, quando cresci, eu pegava a balsa para ir ao Rio trabalhar com minhas primeiras bandas, no começo dos anos 1960... vamos visitar muitos lugares que eu frequentava quando era novo, o que trará algumas surpresas aos meus fãs”.