NOTÍCIAS

Simpsons, 30 anos; veja o histórico da série na Billboard

A série entrou com quatro álbuns no Billboard 200 e uma música no Hot 100

por Redação em 19/04/2017

Exatamente 30 anos atrás, em 19 de abril de 1987, o primeiro quadro dos Simpsons apareceu no The Tracey Ullman Show da Fox. O espaço de minutos se tornou um programa, no mesmo canal, em 17 de dezembro de 1989. Hoje, é a série mais longeva da TV norte-americana e já ganhou 32 prêmios Emmy.

Além da sua grande história na TV, a série controu com quatro álbuns no Billboard 200, além de um hit no Hot 100.

DE BART SIMPSON A SERGUEI, OUÇA COVERS DE CHUCK BERRY

Os Simpsons apareceram pela primeira vez nas paradas da Billboard pouco depois do lançamento do programa. Em 26 de janeiro de 1991, The Simpsons Sing the Blues alcançou a terceira colocação no Billboard 200 álbuns gráfico (abaixo de Vanilla Ice com To the Extreme como líder e Madonna com The Immaculate Collection, na vice). Além de faixas originais, o álbum tem covers de músicas de Chuck Berry e Billie Holiday, entre outras, cantadas pelos personagens da série.

Enquanto isso, duas das músicas originais se tornaram hits. "Do The Bartman" chegou ao número 11 no Hot 100 Airplay (posteriormente substituído por Radio Songs) e “Deep, Deep Trouble” alcançou o número 69 no Hot 100.

Curiosamente, "Do The Bartman" não foi lançado como um single e, pelas regras em vigor na época, era inelegível para entrar no Hot 100. Ainda assim, a execução nas rádios refletiu na sua ascensão rápida. Também contou para o sucesso o boato de que a música teria sido escrita por Michael Jackson. O criador dos Simpsons, Matt Groening, afirmou que Jackson, um dos primeiros fãs do programa, co-escreveu a música com o amigo Bryan Loren. Já em 2015, Loren afirmou que ele escreveu a música sozinho, mas observou que Jackson forneceu o título da canção.

Quanto a “Deep, Deep Trouble”: Foi escrita e produzida por Groening e DJ Jazzy Jeff.

Seis anos depois, os Simpsons pegaram o nome de um clássico do Stevie Wonder emprestado e lançaram Songs in the Key de Springfield, uma coletânea de 39 faixas originais da série. O álbum alcançou o número 103 no Billboard 200 de 19 de abril de 1997.

Após o The Yellow Album, de 1998, o Go Simpsonic With The Simpsons, com 53 músicas do programa, entrou no Billboard 200 com o pico na posição 197 em 20 de novembro de 1999. Os convidados são Sonic Youth, Ramones e Hank Williams Jr, entre outros.

Em 2007, a trilha sonora produzida por Hans Zimmer para o longa metragem The Simpsons Movie alcançou o número 108 no Billboard 200, assim como o número 8 entre trilhas sonoras. O disco inclui a canção-tema dos Simpsons interpretada por Green Day, que alcançou o número 54 na Digital Song Sales.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Mordida, Beijo E Tapa
Naiara Azevedo
2
Amante Não Tem Lar
Marília Mendonça
3
Sorte Que Cê Beija Bem
Maiara & Maraísa
4
Eu Era
Marcos & Belutti
5
Vidinha De Balada
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Simpsons, 30 anos; veja o histórico da série na Billboard

A série entrou com quatro álbuns no Billboard 200 e uma música no Hot 100

por Redação em 19/04/2017

Exatamente 30 anos atrás, em 19 de abril de 1987, o primeiro quadro dos Simpsons apareceu no The Tracey Ullman Show da Fox. O espaço de minutos se tornou um programa, no mesmo canal, em 17 de dezembro de 1989. Hoje, é a série mais longeva da TV norte-americana e já ganhou 32 prêmios Emmy.

Além da sua grande história na TV, a série controu com quatro álbuns no Billboard 200, além de um hit no Hot 100.

DE BART SIMPSON A SERGUEI, OUÇA COVERS DE CHUCK BERRY

Os Simpsons apareceram pela primeira vez nas paradas da Billboard pouco depois do lançamento do programa. Em 26 de janeiro de 1991, The Simpsons Sing the Blues alcançou a terceira colocação no Billboard 200 álbuns gráfico (abaixo de Vanilla Ice com To the Extreme como líder e Madonna com The Immaculate Collection, na vice). Além de faixas originais, o álbum tem covers de músicas de Chuck Berry e Billie Holiday, entre outras, cantadas pelos personagens da série.

Enquanto isso, duas das músicas originais se tornaram hits. "Do The Bartman" chegou ao número 11 no Hot 100 Airplay (posteriormente substituído por Radio Songs) e “Deep, Deep Trouble” alcançou o número 69 no Hot 100.

Curiosamente, "Do The Bartman" não foi lançado como um single e, pelas regras em vigor na época, era inelegível para entrar no Hot 100. Ainda assim, a execução nas rádios refletiu na sua ascensão rápida. Também contou para o sucesso o boato de que a música teria sido escrita por Michael Jackson. O criador dos Simpsons, Matt Groening, afirmou que Jackson, um dos primeiros fãs do programa, co-escreveu a música com o amigo Bryan Loren. Já em 2015, Loren afirmou que ele escreveu a música sozinho, mas observou que Jackson forneceu o título da canção.

Quanto a “Deep, Deep Trouble”: Foi escrita e produzida por Groening e DJ Jazzy Jeff.

Seis anos depois, os Simpsons pegaram o nome de um clássico do Stevie Wonder emprestado e lançaram Songs in the Key de Springfield, uma coletânea de 39 faixas originais da série. O álbum alcançou o número 103 no Billboard 200 de 19 de abril de 1997.

Após o The Yellow Album, de 1998, o Go Simpsonic With The Simpsons, com 53 músicas do programa, entrou no Billboard 200 com o pico na posição 197 em 20 de novembro de 1999. Os convidados são Sonic Youth, Ramones e Hank Williams Jr, entre outros.

Em 2007, a trilha sonora produzida por Hans Zimmer para o longa metragem The Simpsons Movie alcançou o número 108 no Billboard 200, assim como o número 8 entre trilhas sonoras. O disco inclui a canção-tema dos Simpsons interpretada por Green Day, que alcançou o número 54 na Digital Song Sales.