NOTÍCIAS

Sob Censura: oito artistas que a censura tentou calar

por em 20/08/2012
Imagem: Divulgação

Desde o nascimento do rock’n’roll, estações de rádio, redes de TV e até mesmo países inteiros têm tentado calar a voz de artistas controversos. O trio punk Pussy Riot foi a mais recente vítima da censura. Na última sexta-feira (17), as integrantes da banda foram condenadas a dois anos de prisão, acusadas de vandalismo. No entanto, as russas não foram as primeiras artistas a entrarem em conflito com autoridades conservadoras. Pensando nisso, a Billboard preparou uma lista com momentos infames nas últimas décadas.

1)      Lady Gaga

Permissão negada para realizar um show na Indonésia (2012)

Lady Gaga foi obrigada a cancelar um show com ingressos esgotados na Indonésia depois do protesto de conservadores islâmicos, que alegavam que suas roupas sensuais e movimentos de dança iriam corromper a juventude do país. O show, inicialmente previsto para o dia 3 de junho, foi contestado por legisladores e líderes religiosos, com ameaça de uso da força física para impedir a cantora de sair do avião. Este seria o maior show da turnê asiática da cantora, com 52 mil ingressos vendidos.

2)      M.I.A

“Born Free” banido do YouTube (2010)

A censura não é uma novidade na vida de M.I.A. Em 2007, o single “Paper Planes” foi censurado pela MTV e pelo programa Late Night With Dave Letterman devido a utilização de tiros no ritmo da faixa. A música nada mais era do que uma resposta ao governo americano que negou-lhe um visto em 2006. Sendo assim, não foi nenhuma surpresa quando, em 2010, o vídeo de “Born Free” foi banido do YouTube pelo seu conteúdo violento, com assassinatos e perseguições étnicas. Mesmo com a censura, a polêmica em torno do vídeo alimentou ainda mais a curiosidade das pessoas e o clipe rapidamente se espalhou pela web.

3)      Miley Cyrus

Proibida de entrar e se apresentar na China (2009)

Miley Cyrus tem o péssimo hábito (ou sorte) de ser sempre fotografada fazendo coisas estúpidas. Talvez uma de suas piores brincadeiras tenha sido registrada em 2009, quando a cantora publicou uma foto imitando uma amiga chinesa. Embora aparentemente inocente, a China não viu nenhuma graça na brincadeira e proibiu a cantora adolescente de se apresentar ou operar qualquer negócio no país.

4)      Elvis Costello

Irritou o Saturday Night Live e ficou 12 anos sem pisar no palco da atração (1977)

Em 1977, Elvist Costello foi convidado para substituir os Sex Pistols – que não conseguiram visto de trabalho para entrar nos EUA - como a atração principal do programa Saturday Night Live. A intenção do músico era apresentar a música “Radio Radio”, ideia banida pelo criador do programa, Lorne Michaels, que considerava a música um manifesto anti-mídia. Costello entrou no ar ao vivo com a música “Less Than Zero” mas, oito segundos mais tarde, começou a introdução de “Radio Radio”. A desobediência do músico lhe rendeu um exílio de 12 anos sem pisar no palco da atração. Em 1999, alguns anos depois de ter feito “as pazes” com o programa, Costello subiu ao palco acompanhado pelos Beastie Boys. Adivinha qual música ele apresentou?

5)      Madonna

"Justify My Love" banido da MTV (1990)

Em 1990, antes de descobrir a Cabala, o ioga ou o Malawi, Madonna se ocupava em fazer videoclipes que muitas vezes eram projetados para excitar e até ofender o telespectador. Isso fica claro em “Justify My Love”, cuja vulgaridade faz Lady Gaga parecer uma santa. Filmado em preto e branco, o clipe traz cenas de nudez, entre outras polêmicas que a cantora conseguiu suscitar com otrabalho. Prestes a estrear o clipe, a MTV resolveu proibir sua exibição assim que viu o conteúdo do curta. Mas, como era de se esperar, a proibição só despertou o interesse para o vídeo, que vendeu 260 mil cópias em VHS e passou duas semanas no topo do Hot 100 da Billboard.

6)      Marylin Manson

Banido de Utah (1994)

Marylin Manson já era um músico conhecido quando se tornou o inimigo número um de Utah, estado americano onde 70% da população pertence à religião mórmon. Em 1994, durante um show em Salt Lake City, Manson rasgou no palco o Livro de Mórmon. O músico ficou banido do estado por algum tempo, mas logo depois a decisão foi revogada.

7)      The Beatles

Proibidos de executarem suas músicas na BBC (1967)

Mesmo sendo considerados por muitos como a maior banda de todos os tempos, nem mesmo os Beatles escaparam da censura. Em 1967, o quarteto de Liverpool foi proibido não uma, mas duas vezes, de ser executado pela rádio BBC, de Londres. Tanto “Lucy In The Sky With Diamonds” quanto “A Day In The Life”, ambas de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, foram proibidas de serem tocadas na rádio por supostamente incentivarem o uso de drogas.

8)      Eminem

Comercial muito sangrento para a televisão (2009)

Eminem percebeu que a melhor maneira de promover seu álbum Relapse, de 2009, era por meio de teasers. O vídeo em questão mostrava o rapper imerso em uma banheira cheia de sangue, o que levou o vídeo a ser divulgado só na internet. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Sob Censura: oito artistas que a censura tentou calar

por em 20/08/2012
Imagem: Divulgação

Desde o nascimento do rock’n’roll, estações de rádio, redes de TV e até mesmo países inteiros têm tentado calar a voz de artistas controversos. O trio punk Pussy Riot foi a mais recente vítima da censura. Na última sexta-feira (17), as integrantes da banda foram condenadas a dois anos de prisão, acusadas de vandalismo. No entanto, as russas não foram as primeiras artistas a entrarem em conflito com autoridades conservadoras. Pensando nisso, a Billboard preparou uma lista com momentos infames nas últimas décadas.

1)      Lady Gaga

Permissão negada para realizar um show na Indonésia (2012)

Lady Gaga foi obrigada a cancelar um show com ingressos esgotados na Indonésia depois do protesto de conservadores islâmicos, que alegavam que suas roupas sensuais e movimentos de dança iriam corromper a juventude do país. O show, inicialmente previsto para o dia 3 de junho, foi contestado por legisladores e líderes religiosos, com ameaça de uso da força física para impedir a cantora de sair do avião. Este seria o maior show da turnê asiática da cantora, com 52 mil ingressos vendidos.

2)      M.I.A

“Born Free” banido do YouTube (2010)

A censura não é uma novidade na vida de M.I.A. Em 2007, o single “Paper Planes” foi censurado pela MTV e pelo programa Late Night With Dave Letterman devido a utilização de tiros no ritmo da faixa. A música nada mais era do que uma resposta ao governo americano que negou-lhe um visto em 2006. Sendo assim, não foi nenhuma surpresa quando, em 2010, o vídeo de “Born Free” foi banido do YouTube pelo seu conteúdo violento, com assassinatos e perseguições étnicas. Mesmo com a censura, a polêmica em torno do vídeo alimentou ainda mais a curiosidade das pessoas e o clipe rapidamente se espalhou pela web.

3)      Miley Cyrus

Proibida de entrar e se apresentar na China (2009)

Miley Cyrus tem o péssimo hábito (ou sorte) de ser sempre fotografada fazendo coisas estúpidas. Talvez uma de suas piores brincadeiras tenha sido registrada em 2009, quando a cantora publicou uma foto imitando uma amiga chinesa. Embora aparentemente inocente, a China não viu nenhuma graça na brincadeira e proibiu a cantora adolescente de se apresentar ou operar qualquer negócio no país.

4)      Elvis Costello

Irritou o Saturday Night Live e ficou 12 anos sem pisar no palco da atração (1977)

Em 1977, Elvist Costello foi convidado para substituir os Sex Pistols – que não conseguiram visto de trabalho para entrar nos EUA - como a atração principal do programa Saturday Night Live. A intenção do músico era apresentar a música “Radio Radio”, ideia banida pelo criador do programa, Lorne Michaels, que considerava a música um manifesto anti-mídia. Costello entrou no ar ao vivo com a música “Less Than Zero” mas, oito segundos mais tarde, começou a introdução de “Radio Radio”. A desobediência do músico lhe rendeu um exílio de 12 anos sem pisar no palco da atração. Em 1999, alguns anos depois de ter feito “as pazes” com o programa, Costello subiu ao palco acompanhado pelos Beastie Boys. Adivinha qual música ele apresentou?

5)      Madonna

"Justify My Love" banido da MTV (1990)

Em 1990, antes de descobrir a Cabala, o ioga ou o Malawi, Madonna se ocupava em fazer videoclipes que muitas vezes eram projetados para excitar e até ofender o telespectador. Isso fica claro em “Justify My Love”, cuja vulgaridade faz Lady Gaga parecer uma santa. Filmado em preto e branco, o clipe traz cenas de nudez, entre outras polêmicas que a cantora conseguiu suscitar com otrabalho. Prestes a estrear o clipe, a MTV resolveu proibir sua exibição assim que viu o conteúdo do curta. Mas, como era de se esperar, a proibição só despertou o interesse para o vídeo, que vendeu 260 mil cópias em VHS e passou duas semanas no topo do Hot 100 da Billboard.

6)      Marylin Manson

Banido de Utah (1994)

Marylin Manson já era um músico conhecido quando se tornou o inimigo número um de Utah, estado americano onde 70% da população pertence à religião mórmon. Em 1994, durante um show em Salt Lake City, Manson rasgou no palco o Livro de Mórmon. O músico ficou banido do estado por algum tempo, mas logo depois a decisão foi revogada.

7)      The Beatles

Proibidos de executarem suas músicas na BBC (1967)

Mesmo sendo considerados por muitos como a maior banda de todos os tempos, nem mesmo os Beatles escaparam da censura. Em 1967, o quarteto de Liverpool foi proibido não uma, mas duas vezes, de ser executado pela rádio BBC, de Londres. Tanto “Lucy In The Sky With Diamonds” quanto “A Day In The Life”, ambas de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, foram proibidas de serem tocadas na rádio por supostamente incentivarem o uso de drogas.

8)      Eminem

Comercial muito sangrento para a televisão (2009)

Eminem percebeu que a melhor maneira de promover seu álbum Relapse, de 2009, era por meio de teasers. O vídeo em questão mostrava o rapper imerso em uma banheira cheia de sangue, o que levou o vídeo a ser divulgado só na internet.