NOTÍCIAS

Versões do boato da morte de Kanye West são contraditórias

por em 21/10/2009
Imagem: Divulgação

Um trote de internet surgido na terça-feira (20 de outubro) tornou-se um grande frenesi de boatos em mídias sociais como o Twitter e Facebook. A brincadeira foi uma armação de uma página da web da Fox News com uma manchete sobre a suposta morte de West “num acidente de carro bizarro em Los Angeles”. O site fraudulento que originou a falsa notícia da morte de West foi tirado do ar.

 

Meios de comunicação e noticiários têm assegurado ao público que o rapper e cantor de hip-hop não deixou este mundo, mas antes deles, a namorada do astro, Amber Rose, usou seu próprio Twitter para combater os rumores. “Este tópico ‘RIP Kanye West’ não é engraçado e NÃO É VERDADE!”, publicou.  “Existem muitas pessoas - como eu e sua família - que o amam...”, escreveu.

 

O site fraudulento seguiu a estreia do mais novo vídeo de West, comandado pelo diretor do filme recém-lançado “Onde Vivem os Monstros", Spike Jonze. O curta foi publicado no blog do artista no último fim-de-semana, mas foi removido logo depois. O pretensioso vídeo apresentava West bêbado e cambaleando numa casa noturna até que ele enfia um punhal em seu corpo e revela uma pequena criatura aparentemente demoníaca que vive dentro dele. O tema de morte e suicídio neste vídeo é evidente e alimentou os boatos sobre sua morte nesta semana.

 

Embora interpretado por muitos como uma possível jogada de marketing, na noite de quarta-feira a imprensa norte-americana já apresentava outra versão para o fato: Kanye West seria mais uma personalidade a representar grande risco de vírus ao ter seu nome digitado nos sites de busca na internet, a exemplo do que atualmente acontece com Beyoncé, Jessica Biel, Jennifer Anniston e Gisele Bündchen. Portanto, a enxurrada de procuras pelo nome do rapper teria sido o real motivo da falsa notícia.

 

Veja o curta bizarro de quase dez minutos que instigou ainda mais os rumores:

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
Áudio indisponível
2
Regime Fechado
Simone & Simaria
3
Avisa Que Eu Cheguei (Part. Ivete Sangalo)
Naiara Azevedo
4
Na Conta Da Loucura
Bruno & Marrone
5
Amigo Taxista
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Versões do boato da morte de Kanye West são contraditórias

por em 21/10/2009
Imagem: Divulgação

Um trote de internet surgido na terça-feira (20 de outubro) tornou-se um grande frenesi de boatos em mídias sociais como o Twitter e Facebook. A brincadeira foi uma armação de uma página da web da Fox News com uma manchete sobre a suposta morte de West “num acidente de carro bizarro em Los Angeles”. O site fraudulento que originou a falsa notícia da morte de West foi tirado do ar.

 

Meios de comunicação e noticiários têm assegurado ao público que o rapper e cantor de hip-hop não deixou este mundo, mas antes deles, a namorada do astro, Amber Rose, usou seu próprio Twitter para combater os rumores. “Este tópico ‘RIP Kanye West’ não é engraçado e NÃO É VERDADE!”, publicou.  “Existem muitas pessoas - como eu e sua família - que o amam...”, escreveu.

 

O site fraudulento seguiu a estreia do mais novo vídeo de West, comandado pelo diretor do filme recém-lançado “Onde Vivem os Monstros", Spike Jonze. O curta foi publicado no blog do artista no último fim-de-semana, mas foi removido logo depois. O pretensioso vídeo apresentava West bêbado e cambaleando numa casa noturna até que ele enfia um punhal em seu corpo e revela uma pequena criatura aparentemente demoníaca que vive dentro dele. O tema de morte e suicídio neste vídeo é evidente e alimentou os boatos sobre sua morte nesta semana.

 

Embora interpretado por muitos como uma possível jogada de marketing, na noite de quarta-feira a imprensa norte-americana já apresentava outra versão para o fato: Kanye West seria mais uma personalidade a representar grande risco de vírus ao ter seu nome digitado nos sites de busca na internet, a exemplo do que atualmente acontece com Beyoncé, Jessica Biel, Jennifer Anniston e Gisele Bündchen. Portanto, a enxurrada de procuras pelo nome do rapper teria sido o real motivo da falsa notícia.

 

Veja o curta bizarro de quase dez minutos que instigou ainda mais os rumores: